Paul McCartney leva público ao delírio em Brasília

Fazendo questão de falar em português, ex-Beatle subiu ao placo e levou mais de 40 mil pessoas ao delírio em estádio lotado; cantor se rendeu a Brasília: “É bom estar aqui, finalmente!”

Fazendo questão de falar em português, ex-Beatle subiu ao placo e levou mais de 40 mil pessoas ao delírio em estádio lotado; cantor se rendeu a Brasília: “É bom estar aqui, finalmente!”
Fazendo questão de falar em português, ex-Beatle subiu ao placo e levou mais de 40 mil pessoas ao delírio em estádio lotado; cantor se rendeu a Brasília: “É bom estar aqui, finalmente!” (Foto: Leonardo Attuch)

A chuva não esfriou a paixão dos brasilienses pelo ex-Beatle Paul McCartney. Os portões do Mané Garrincha foram abertos às 18h e às 21h10 ele entrou no palco, cumprimentou a plateia em português e deu início à apresentação ao som de "Magical Mistery Tour'. Para delírio e emoção do público, o cantor foi logo dizendo: "É bom estar aqui, finalmente!!!"

Paul foi recebido por uma festa de luzes e cores. Ovacionado pelo público, retribuiu: "Boa noite, brasilienses!" No palco montado no gramado do Mané Garrincha, com 26 metros de altura e 70 de largura, o músico se sentiu à vontade e encantou os fãs. Na sequência, cantou "The Long and Winding Road" e "Maybe I´m Amazed".

Sonho realizado - "É tudo de bom ver o Paul aqui em Brasília. É a realização de um sonho. Estou amando!!!", gritava sem parar a enfermeira Dalva Magalhães, 49 anos, que curtia o show com a família e amigos na pista, próxima ao palco.

"Adoro o Paul. Estive no show em Goiânia, mas agora tenho a oportunidade de vê-lo aqui, na minha cidade", comemorou a servidora pública Camila Bezerra, 27 anos, que trouxe os pais Ana Maria Neves, 57, e Guilherme Bezerra, 57, para a apresentação. "Já estive aqui no Mané Garrincha na Copa e é muito bom para os moradores de Brasília ter um local como esse, que comporta grandes eventos", completou.

Turistas - A realização do show em Brasília atraiu milhares de turistas. Entre eles, o médico curitibano Fernando Soccol, 27 anos. Ele contou que optou assistir ao show em Brasília porque queria conhecer a cidade. "São Paulo e Rio são mais perto, mas nunca estive em Brasília. Estou adorando a cidade" disse. Ele descobriu o Paul McCartney na faculdade, "apresentado" a ele por um grande amigo.

De João Pessoa (PB) vieram Natália Nery, 17 anos, e o pai, o engenheiro Raniery Nery, 52 anos. "Eu sou muito fã do Paul e meu pai me trouxe para assisti-lo", disse a jovem. O pai elogiou a cidade e o estádio: "Os brasilienses têm muita sorte de ter uma arena como essa, capaz de atrair grandes jogos e shows.

Enquanto o público aguardava a abertura dos portões, dentro do estádio um seleto grupo de 70 fãs, que comprou ingresso especial, acompanhou a passagem de som, comandada pelo próprio Sir Paul McCartney.

(da Coordenadoria de Comunicação para Grandes Eventos do GDF) 

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247