PDT fecha questão contra impeachment de Dilma

O Diretório Nacional do PDT reúne-se nesta sexta 22, para uma avaliação do momento político nacional e para fechar questão contra o processo de impeachment da presidenta Dilma Rousseff, aberto na Câmara dos Deputados; os pedetistas também vão homenagear o fundador do partido, o ex-governador Leonel Brizola

O Diretório Nacional do PDT reúne-se nesta sexta 22, para uma avaliação do momento político nacional e para fechar questão contra o processo de impeachment da presidenta Dilma Rousseff, aberto na Câmara dos Deputados; os pedetistas também vão homenagear o fundador do partido, o ex-governador Leonel Brizola
O Diretório Nacional do PDT reúne-se nesta sexta 22, para uma avaliação do momento político nacional e para fechar questão contra o processo de impeachment da presidenta Dilma Rousseff, aberto na Câmara dos Deputados; os pedetistas também vão homenagear o fundador do partido, o ex-governador Leonel Brizola (Foto: Leonardo Attuch)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Iolando Lourenço – Repórter da Agência Brasil

O Diretório Nacional do PDT reúne-se amanhã (22), para uma avaliação do momento político nacional e para fechar questão contra o processo de impeachment da presidenta Dilma Rousseff, aberto na Câmara dos Deputados. Em dezembro, as bancadas do partido na Câmara e no Senado e a Executiva nacional se posicionaram contra o impeachment.

Na reunião, marcada para as 10h, os pedetistas também vão homenagear o fundador do partido, o ex-governador Leonel Brizola, que nasceu em 22 de janeiro de 1922. Hoje (21) os pedetistas estão fazendo uma avaliação sobre as eleições municipais deste ano, convesando sobre alianças e coligações e candidaturas, entre outros temas.

Brasília - O ex- ministro do Trabalho e Emprego, Carlos Lupi,

O  presidente  do  PDT,  Carlos  Lupi    Arquivo/ABr

Nesta quinta-feira (21), o presidente do partido, Carlos Lupi, disse esperar a presidenta Dilma Rousseff compareça amanha de manhã à reunião do Diretório Nacional.

“A presidenta [Dilma Rousseff] vem fazer uma visita, uma saudação na convenção. Ela não vai participar do nosso encontro. Ela vem faz a saudação, faz a homenagem ao Brizola, até por uma questão ética e de lealdade. Só se abre a discussão depois de ela sair. Será um momento de pausa, de saudação”, explicou Lupi.

 

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247