PDT racha com governo

Georges Michel, presidente do partido no DF (esq.), anuncia que deixar a base do governo do Distrito Federal; o distrital Israel Batista orientou Marcos Woortmann e Glauco Rojas a deixarem seus cargos no primeiro escalo do governo, mas os pedetistas ainda no foram exonerados; PPS estuda a possibilidade de sair do governo

Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Brasília 247 – O Partido Democrático Trabalhista (PDT) anunciou na tarde desta terça-feira (25) que deixará a base aliada do governo de Agnelo Queiroz. A decisão foi aprovada por unanimidade pela executiva do partido, como informou o presidente da legenda, Georges Michel.

O PDT possui dois gestores nos cargos de primeiro escalão do GDF, o secretário de Trabalho, Glauco Rojas Ivo, e o administrador do Lago Norte, Marcos Woortmann. De acordo com o deputado distrital, Israel Batista, todos os membros do partido no governo foram orientados a colocar seus cargos a disposição ainda na terça-feira, mas nenhum nome foi exonerado no Diário Oficial de quarta-feira.

Em nota publicada na página do partido na internet, Georges Michel, presidente do diretório distrital, diz que “assim não só o partido, mas o deputado distrital Professor Israel Batista fica liberado para participar e exigir a apuração das denúncias que envolvem o governo do Distrito Federal”.

Amanhã o PPS também discutirá sua permanência no GDF. Pelas intenções do diretório nacional o partido deverá deixar a base do governo local, mas para o presidente da legenda no DF, Alírio Neto, é importante manter apoio ao governador Agnelo Queiroz.

O PPS tem dois deputados distritais e ocupa uma secretaria no governo Agnelo (de Justiça) e duas administrações regionais (Guará e Planaltina).

Com informações do G1, Correio Brazilienese e Diário Oficial do Distrito Federal.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email