PGR investiga Renan sobre eventual pagamento no exterior

Inquérito sigiloso apura delação do lobista Fernando Baiano, que afirmou que a Petrobras vendeu sua participação acionária na empresa argentina Transener mediante o pagamento de propina pelo lobista Jorge Luz; verba teria sido repassada ao presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), ao o senador Jader Barbalho (PMDB-PA) e ao deputado Aníbal Gomes (PMDB-CE), segundo Baiano; "O repasse de vantagem pecuniária indevida a Renan Calheiros, Jader Barbalho e Aníbal Gomes, por meio de valores em espécie no Brasil ou transferências para contas bancárias no exterior, pode configurar os crimes de corrupção passiva qualificado e de lavagem", diz PGR no inquérito

Presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL) recebe o procurador-geral da República, Rodrigo Janot Monteiro de Barros Foto: Marcos Oliveira/Agência Senado
Presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL) recebe o procurador-geral da República, Rodrigo Janot Monteiro de Barros Foto: Marcos Oliveira/Agência Senado (Foto: Roberta Namour)

247 - A PGR (Procuradoria-Geral da República) investiga se o presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), recebeu propina no exterior por meio do lobista Jorge Luz, referente a um negócio da Petrobras na Argentina, segundo reportagem de Aguirre Talento.

Também são investigados, no mesmo caso, o senador Jader Barbalho (PMDB-PA) e o deputado Aníbal Gomes (PMDB-CE).

"O repasse de vantagem pecuniária indevida a Renan Calheiros, Jader Barbalho e Aníbal Gomes, por meio de valores em espécie no Brasil ou transferências para contas bancárias no exterior, pode configurar os crimes de corrupção passiva qualificado e de lavagem", diz PGR no inquérito.

A investigação tem como base a delação do lobista Fernando Baiano, que afirmou que a Petrobras vendeu sua participação acionária na empresa argentina Transener mediante o pagamento de propina pelo lobista Jorge Luz.

Em 2007, a Petrobras fechou a venda com a argentina Electroingenería, por US$ 54 milhões.

"Jorge Luz comentou com o depoente que valores seriam destinados, desta operação, para Jader Barbalho e Renan Calheiros", afirmou Baiano – leia aqui.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247