Pimenta: “Marielle deixa exemplo aos que lutam por um Brasil mais justo”

O líder da bancada do PT na Câmara, Paulo Pimenta (PT-RS), afirma que vereadora Marielle Franco (PSOL-RJ) foi executada "no momento em que vinha denunciando os abusos de autoridade e a violência contra moradores das favelas e bairros pobres da cidade, por parte de integrantes de um batalhão da Polícia Militar”; "Marielle deixa um exemplo para aqueles que lutam por um Brasil mais justo, solidário e desenvolvido"

O líder da bancada do PT na Câmara, Paulo Pimenta (PT-RS), afirma que vereadora Marielle Franco (PSOL-RJ) foi executada "no momento em que vinha denunciando os abusos de autoridade e a violência contra moradores das favelas e bairros pobres da cidade, por parte de integrantes de um batalhão da Polícia Militar”; "Marielle deixa um exemplo para aqueles que lutam por um Brasil mais justo, solidário e desenvolvido"
O líder da bancada do PT na Câmara, Paulo Pimenta (PT-RS), afirma que vereadora Marielle Franco (PSOL-RJ) foi executada "no momento em que vinha denunciando os abusos de autoridade e a violência contra moradores das favelas e bairros pobres da cidade, por parte de integrantes de um batalhão da Polícia Militar”; "Marielle deixa um exemplo para aqueles que lutam por um Brasil mais justo, solidário e desenvolvido" (Foto: Voney Malta)

Brasília 247 – Nota divulgada pelo líder da bancada do PT na Câmara, Paulo Pimenta (PT-RS), sobre o assassinato da vereadora Marielle Franco (PSOL-RJ) e do motorista que a acompanhava, Anderson Gomes, diz que “as circunstâncias em que o crime ocorreu ainda são nebulosas, e a Bancada do PT alia-se a todas as forças democráticas que exigem neste momento uma rápida e rigorosa apuração do crime pelas autoridades da área de segurança”.

Para Pimenta, “Marielle foi executada no momento em que vinha denunciando os abusos de autoridade e a violência contra moradores das favelas e bairros pobres da cidade, por parte de integrantes de um batalhão da Polícia Militar.”

Leia abaixo a nota na íntegra:

A Bancada do Partido dos Trabalhadores na Câmara manifesta profundo pesar pela morte da vereadora Marielle Franco (PSOL-RJ) e do motorista que a acompanhava, Anderson Gomes,  ambos assassinados na noite desta quarta-feira (14) na cidade do Rio de Janeiro .

Marielle foi executada no momento em que vinha denunciando os abusos de autoridade e a violência contra moradores das favelas e bairros pobres da cidade, por parte de integrantes de um batalhão da Polícia Militar.

Militante dos direitos humanos e ardorosa defensora da igualdade social, Marielle deixa um exemplo para aqueles que lutam por um Brasil mais justo, solidário e desenvolvido.

As circunstâncias em que o crime ocorreu ainda são nebulosas, e a Bancada do PT alia-se a todas as forças democráticas que exigem neste momento uma rápida e rigorosa apuração do crime pelas autoridades da área de segurança

À família de ambos e aos companheiros do PSOL expressamos nossas sinceras condolências e solidariedade neste momento de dor.

Brasília, 14 de março de 2018

Paulo Pimenta (PT-RS), líder do partido na Câmara dos Deputados"

 

 

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247