Polícia encontra vítimas da queda de helicóptero em Goiás

Sete corpos ainda vo passar por identificao no IML; apenas o delegado Vincius Batista da Silva foi reconhecido

Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Brasília 247 – Nesta quarta-feira 9, foram recolhidos os corpos das vítimas da queda do helicóptero da Polícia Civil durante a reconstituição de um crime, em uma fazenda há 25 km de Piranhas, na região de Doverlândia (GO). Sete deles terão quer passar pelo IML para ser identificados.

Três helicópteros do Corpo de Bombeiros, de Goiânia, Mato Grosso e Distrito Federal, foram utilizados no transporte dos corpos. Familiares já forneceram material genético para um possível teste de DNA, caso a identificação por digitais ou arcada dentária seja impossibilitada. Na tarde desta quarta-feira, o delegado de Iporá, Vinícius Batista da Silva, de 33 anos, foi sepultado na capital Goiânia.

O secretário de Segurança Pública e Justiça de Goiás, João Furtado de Mendonça Neto, lamentou a tragédia. “Hoje deveríamos celebrar o Dia do Policial Civil. Não teremos uma ode, mas um réquiem. A SSPJ, a PC e a SPTC estão em luto! Choramos todos!”, afirmou o secretário, via Twitter.As causas do desastre ainda não foram identificadas, mas a polícia afirmou que dificilmente um preso escoltado seria capaz de ter acesso aos controles da aeronave. Os documentos obtidos pela perícia foram enviados ao Centro de Prevenção de Acidentes Aeronáuticos, que vai investigar o acidente.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247