Por voto de confiança, policiais encerram greve no Entorno

Paralisao de 45 dias foi encerrada nesta semana, mas pode ser retomadaa partir do dia 15 se o governo de Gois no conseguir cumprir acordo. Seria a segunda vez no ano



✅ Receba as notícias do Brasil 247 e da TV 247 no canal do Brasil 247 e na comunidade 247 no WhatsApp.

Rodolfo Borges _247 – Os 440 policiais civis que tomam conta do Entorno do Distrito Federal encerraram nesta semana uma paralisação de 45 dias por reajuste de gratificações e aumento do efetivo. Mas podem retomar a greve já a partir da próxima semana, quando o governo de Goiás define se vai conseguir conceder o prometido reajuste de 100% nas gratificações, que subiriam de R$ 276 para R$ 552.

O governo também prometeu a criação de três mil vagas para reforçar o efetivo na região, mas essas mesmas promessas haviam sido feitas em setembro, quando os policiais encerram uma paralisação de oito dias. “A delegada-geral (da Polícia Civil de Goiás, Adriana Accorsi, que assumiu no dia 29 de novembro) nos chamou para uma reunião e pediu um voto de confiança. Se não cumprirem desta vez, vamos rever a decisão de encerrar a greve”, disse ao Brasília 247 o presidente do Sindicato dos Policiais Civis do Estado de Goiás (Sinpol-GO), Silveira Alves.

Segundo o governo de Goiás, já foi encaminhada à Assembleia Legislativa do estado uma mensagem com as demandas dos policiais, mas, como o ano legislativo acaba no próximo dia 15, o prazo para a aprovação das medidas é curto. Além do reajuste e do aumento do efetivo, os policias também conseguiram que o governo prometesse uma revisão no enquadramento dos agentes, mudanças no sistema de promoção automática e o fornecimento de armas aos agentes da polícia científica.

continua após o anúncio

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

continua após o anúncio

Ao vivo na TV 247

Cortes 247