Procuradores organizam 'rebelião' contra indicação de Bolsonaro à PGR

Quadros com maior expressão na carreira, em sua maioria ligados à Associação Nacional dos Procuradores da República (ANPR) e defensores da lista tríplice para nomeação do procurador-geral, prometem não ocupar cargos de indicação do procurador-geral da República caso Augusto Aras venha a ter seu nome aprovado pelo Senado, aponta reportagem do BuzzFeed

Dr. Augusto Aras durante Seminário Poder Judiciário e Eleições. Brasília-DF, 05/12/2017
Dr. Augusto Aras durante Seminário Poder Judiciário e Eleições. Brasília-DF, 05/12/2017 (Foto: Roberto Jayme/Ascom/TSE)

BuzzFeed News - Os quadros com maior expressão na carreira, em sua maioria ligados à Associação Nacional dos Procuradores da República (ANPR) e defensores da lista tríplice para nomeação do procurador-geral, prometem não ocupar cargos de indicação do procurador-geral da República caso Aras venha a ter seu nome aprovado pelo Senado e efetivamente assuma o comando da instituição.

Em conversas reservadas, o grupo defensor da lista tríplice sabe que não faltarão procuradores dispostos a trabalhar com Aras, mas nenhum com maior relevância ou liderança atual na carreira deverá estar ao lado do escolhido de Bolsonaro.

Segundo procuradores ouvidos pelo BuzzFeed News, a categoria já aguardava a indicação de um nome fora da lista tríplice para comandar a instituição. Tinham esperança, no entanto, de que um nome com liderança dentro da carreira fosse escolhido, como o do subprocurador-geral da República José Bonifácio de Andrada ou Paulo Gonet, por exemplo.

Leia a íntegra da reportagem do BuzzFeed News.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247