CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
Brasília

Produtores recebem contratos de áreas rurais regularizadas

Governo concedeu 73 contratos de uso de terras públicas a produtores rurais; outros 1,2 mil contratos estão sendo confeccionados pelo GDF

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

✅ Receba as notícias do Brasil 247 e da TV 247 no canal do Brasil 247 e na comunidade 247 no WhatsApp.

Agência Brasília – O governador do Distrito Federal, Agnelo Queiroz, concedeu 73 contratos de uso de terras públicas a produtores rurais. A entrega dos documentos foi realizada nesta quinta-feira, 17 de maio, na Agrobrasília 2012, feira de agronegócios realizada por meio de parceria da Secretaria de Agricultura e Desenvolvimento Rural do DF (Seagri) com a Cooperativa dos Produtores Agrícolas do DF. Outros 1,2 mil contratos estão sendo elaborados pelo GDF.

O documento dá ao produtor o direito legal de uso da terra, condição primordial para o acesso a crédito e para indenização em caso de desapropriação. "Com a entrega deste contrato, estamos regularizando a propriedade e esse é o caminho para a concessão de uso real, nosso próximo passo neste processo", destacou Agnelo Queiroz. "Isso aumenta a autoestima do proprietário, o que promove crescimento em investimento e produção. É uma mudança na realidade da agricultura do Distrito Federal."

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

Desde 1979, a agricultora Maria Estela Barbosa tem uma propriedade no Núcleo Rural de Tabatinga, que fica a cerca de 70 km do Plano Piloto, na Região Administrativa de Planaltina. A terra de 6 hectares começou como um pomar de frutas cítricas e hoje está em transição para uma agrofloresta, que produz bananas e frutas do Cerrado. O contrato de concessão dará a ela a segurança necessária para investir na propriedade. "O pequeno produtor é maioria hoje. É quem produz o alimento que vai para o supermercado e que está na mesa das pessoas. Os grandes produtores são monocultores", enfatizou. "É muito importante valorizar quem tem essa ligação profunda com a terra."

Segurança também é a palavra que resume o sentimento do agricultor João Batista Nascimento, que tem uma propriedade no Grupo Rural Santos Dumont há 7 anos. "Agora considero a terra como minha. Antes não estava em meu nome e eu não ficava muito tranquilo", disse. "É um alívio para o produtor. Agora, com o documento, posso fazer um financiamento. Sinto que é como se eu tivesse uma escritura em minhas mãos."

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

Agnelo Queiroz entregou também máquinas agrícolas adquiridas por meio do Fundo de Desenvolvimento Rural (FDR) para uma cooperativa e para um produtor rural de Brazlândia. "Maquinário hoje é indispensável para maior produtividade na lavoura. O GDF adquiriu também máquinas pesadas, importantes para a melhoria das estradas e, consequentemente, para o escoamento da produção", destacou o governador. "Estamos mostrando que a área rural é prioridade", concluiu.

O FDR é um recurso gerenciado pela Seagri e resultado do recolhimento de taxas de ocupação de terras rurais reativado pelo GDF há um ano. Neste período, R$ 1,8 milhão já foi investido em projetos. Só em 2012, o governo financiou sete iniciativas pelo FDR, num total de R$ 583 mil. O fundo conta ainda com R$ 9 milhões para o financiamento na área rural.

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

iBest: 247 é o melhor canal de política do Brasil no voto popular

Assine o 247,apoie por Pix,inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

Carregando os comentários...
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

Cortes 247

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO