CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
Brasília

Produtos da capital terão o Selo Indústria Brasília

Os produtos feitos em Brasília terão um selo para que o consumidor os identifique; a marca Indústria Brasília, lançada no mezanino da Torre de TV, faz parte das ações do projeto Promoção da Indústria do Distrito Federal; segundo o governador Rodrigo Rollemberg, o próximo passo é fazer com que a população local valorize o que é produzido na cidade e expanda esse mercado; dados do Sebrae indicam que 92% do que é consumido na capital vem dos estados

Imagem Thumbnail
Os produtos feitos em Brasília terão um selo para que o consumidor os identifique; a marca Indústria Brasília, lançada no mezanino da Torre de TV, faz parte das ações do projeto Promoção da Indústria do Distrito Federal; segundo o governador Rodrigo Rollemberg, o próximo passo é fazer com que a população local valorize o que é produzido na cidade e expanda esse mercado; dados do Sebrae indicam que 92% do que é consumido na capital vem dos estados (Foto: Leonardo Lucena)
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

✅ Receba as notícias do Brasil 247 e da TV 247 no canal do Brasil 247 e na comunidade 247 no WhatsApp.

Kelly Crosara, da Agência Brasília - Os produtos feitos em Brasília terão um selo para que o consumidor os identifique. A marca Indústria Brasília, lançada na manhã desta terça-feira (22), no mezanino da Torre de TV, faz parte das ações do projeto Promoção da Indústria do Distrito Federal. A iniciativa da Federação das Indústrias do Distrito Federal (Fibra), em parceria com o Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae) no DF, tem como proposta mudar o perfil do consumidor e alavancar a o setor produtivo brasiliense.

O governador Rodrigo Rollemberg destacou o grande horizonte que Brasília tem para o crescimento cada vez maior do setor. "Temos a maior renda per capita do País e somos um dos maiores consumidores do mundo." De acordo com ele, o próximo passo é fazer com que a população local valorize o que é produzido na cidade e expanda esse mercado. Dados do Sebrae indicam que 92% do que é consumido na capital vem dos estados.

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

O governo de Brasília também pretende articular programas com empreendedores da cidade para auxiliar o desenvolvimento local. De acordo com Rodrigo Rollemberg, as merendas escolares poderão ser compradas por meio da agricultura familiar e a reforma das escolas públicas privilegiarão as empresas de médio e pequeno porte da construção civil. “Nesse primeiro momento, vamos examinar se estamos utilizando todas as possibilidades de compras da indústria do DF e desenvolver campanhas que estimulem o consumo desses produtos pela população.”

A qualidade da produção será o grande diferencial de Brasília em relação ao resto do País. O presidente da Fibra, Jamal Jorge Bittar, disse que tudo o que for produzido na capital passará por uma pré-qualificação regulamentada. “Vamos formular um regulamento que preveja itens de qualidade e esperamos, em até 90 dias, operar no mercado com os padrões de exigência.”

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

O superintendente do Sebrae no DF, Antônio Valdir Oliveira Filho, afirmou que essa é uma grande oportunidade para alavancar a indústria de Brasília. Segundo ele, a cidade tem um setor produtivo muito atuante e esse selo vai trazer a possibilidade de a população conhecer esses produtos. “Não vamos apenas carimbar uma marca e sim capacitar o pequeno empreendedor.”

Raio x
O Projeto Promoção da Indústria do DF prevê o mapeamento das empresas industriais, bem como o potencial empregatício e o faturamento do setor. Esse perfil permitirá que as instituições subsidiem o prosseguimento das ações subsequentes ao projeto.

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

Estavam presentes na solenidade a esposa do governador, Márcia Rollemberg, o secretário de Turismo, Jaime Recena, a secretária de Planejamento, Orçamento e Gestão, Leany Lemos, o secretário de Economia e Desenvolvimento Sustentável, Arthur Bernardes, e a presidente da Câmara Legislativa, Celina Leão.

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

iBest: 247 é o melhor canal de política do Brasil no voto popular

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

Cortes 247

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO