Professores recebem por dias parados

Governo garante pagamento dos professores que ficaram de greve devido reposio de aulas; sindicato espera que o pagamento seja depositado at o dia 11 deste ms

Brasília 247 - Em nota, o sindicato dos Professores do Distrito Federal (SINPRO-DF) informou o compromisso do governo de depositar até esta sexta-feira (11) os dias que os professores ficaram parados durante a greve. “Como faremos a reposição dos dias letivos perdidos por conta da greve, foi acertado com o GDF que o pagamento dos dias parados, tanto para os efetivos quanto para os temporários, será feito até a próxima sexta-feira, dia 11. A decisão do TJDF de negar ao Sinpro liminar que impedia corte de ponto não irá modificar o que foi definido em mesa de negociação”, informou o sindicato.

Os professores ficaram em greve por 52 dias. O esquema de reposição de aulas acordado com o governo do Distrito Federal prevê aulas até o dia 29 de dezembro. Com a reposição, a férias do meio de ano será do dia 15 a 22 de julho, ficando reduzidas pela metade, pois uma semana será destinada às aulas perdidas. A outra estratégia é aumentar um dia na semana com aulas aos sábados. De acordo com a assessoria de imprensa da pasta, cada uma das 649 escolas do DF vai definir em quais sábados serão as reposições, já que os dias parados variam de acordo com cada instituição.

Acordo

A negociação para o fim da greve estabeleceu que o abono saúde para a categoria será de R$200, e não R$ 110, como foi oferecido inicialmente, além disso, o benefício será concedido em junho e não mais em agosto.

Outro pleito que está colocado no acordo é a incorporação da Tidem, gratificação por dedicação exclusiva, ao salário dos professores que estão prestes a se aposentar a partir de 2013.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247