PSB denuncia na PGR gastos milionários de militares com cerveja e picanha

De acordo com a denúncia feita pelo PSB à PGR, militares utilizaram dinheiro público para bancar 80 mil cervejas, centenas de latas de Skol Beats, 714 mil quilos de picanha e 1,3 milhão de quilos de carvão

Forças militares
Forças militares (Foto: ABr | Reprodução)
Siga o Brasil 247 no Google News

247 - Deputados federais do PSB protocolaram uma representação na Procuradoria Geral da República (PGR) contra os gastos milionários das Forças Armadas, especialmente com picanha e cerveja. De acordo com a denúncia feita pelo partido, militares utilizaram dinheiro público para bancar 80 mil cervejas, centenas de latas de Skol Beats, 714 mil quilos de picanha e 1,3 milhão de quilos de carvão. As informações foram publicadas pelo site Congresso em Foco.

Em um pregão eletrônico de 2020 para o 38º Batalhão de Infantaria, por exemplo, foram adquiridas 500 garrafas da cerveja Stella Artois a R$ 9,05 cada; no mesmo certame, o batalhão adquiriu 3.000 garrafas de Heineken, a R$ 9,80 cada. A 23ª Brigada de Infantaria de Selva recebeu 3.050 garrafas de Eisenbahn, a R$ 5,99.

"Verifica-se que a maioria dos processos de compras desses produtos seguiu o procedimento da licitação. A Administração Pública, portanto, teve a coragem de mover a estrutura federal para conduzir certames com o objetivo de comprar grande quantidade de cerveja", argumentam os autores da representação.

PUBLICIDADE

Assinaram a denúncia os deputados Alessandro Molon (PSB-RJ), Bira do Pindaré (PSB-MA), Camilo Capiberibe (PSB-AP), Denis Bezerra (PSB-CE), Elias Vaz (PSB-GO), Lídice da Mata (PSB-BA) e Vilson da Fetaemg (PSB-MG).

PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

PUBLICIDADE

Cortes 247

PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email