Três deputados do PSOL protocolam pedido de impeachment contra Bolsonaro

O deputado federal David Miranda (RJ) e as deputadas federais Fernanda Melchionna (RS) e Sâmia Bomfim (SP) protocolaram na Câmara um pedido de impeachment contra Jair Bolsonaro

www.brasil247.com - Jair Bolsonaro, David Miranda, Sâmia Bomfim e Fernanda Melchionna
Jair Bolsonaro, David Miranda, Sâmia Bomfim e Fernanda Melchionna (Foto: Marcos Correa/PR | Câmara dos Deputados)


247 - No dia mais complicado para o governo em todos os sentidos (político e técnico), mais um pedido de impeachment chegou à mesa de Rodrigo Maia, o presidente da Câmara. Ele foi apresentado por três deputados federais do PSOL: David Miranda (RJ), Fernanda Melchionna (RS) e Sâmia Bomfim (SP).

Reportagem do portal Uol destaca que "o documento, enviado ao presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia, diz que Bolsonaro cometeu crime de responsabilidade ao enviar mensagem a seus apoiadores "convocando" para as manifestações do último dia 15 de março e por ter participado dos atos apesar da orientação para evitar aglomerações durante a pandemia do coronavírus."

O documento diz: "indo na absoluta contramão da ciência, da Constituição, da lei e dos fatos, o Presidente Jair Bolsonaro não apenas usou as suas redes para celebrar os atos do último domingo, 15 de março, compartilhando inúmeros vídeos e fotos das manifestações em distintas cidades ao redor de todo o País, como, em um ato absolutamente irresponsável, cumprimentou pessoalmente e sem nenhuma proteção dezenas de pessoas que se aglomeraram às portas do Palácio do Planalto, apertando mãos e segurando celulares de apoiadores".

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Depois da veiculação da notícia sobre a apresentação do pedido de impeachment pelos três parlamentares na noite desta quarta-feira 18, a Executiva Nacional do PSOL divulgou uma nota em que se diz "surpreendida" com a iniciativa e esclarece que está "debatendo a melhor tática para enfrentar a irresponsabilidade do governo Bolsonaro". Leia a íntegra:

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Nota do PSOL sobre pedido de impeachment de Jair Bolsonaro

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

A Executiva Nacional do PSOL foi surpreendida, nesta quarta-feira, com a participação de membros de sua bancada na Câmara dos Deputados no pedido de impeachment contra Jair Bolsonaro protocolado hoje. O partido está, nas suas instâncias e bancada, debatendo a melhor tática para enfrentar a irresponsabilidade do governo Bolsonaro. Por essa razão, a iniciativa causa indignação porque atropela o debate interno do PSOL e do conjunto da oposição.

Consideramos que o momento é gravíssimo e a prioridade deve ser a defesa de medidas que salvem vidas, como aquelas apresentadas pela bancada justamente hoje. O presidente Bolsonaro cometeu vários crimes de responsabilidade. Há, portanto, base jurídica para o impeachment. No entanto, o impeachment é também um processo político que precisa ganhar os corações e mentes do povo brasileiro. Além disso, não pode ser construído de forma individual. Se queremos derrubar Bolsonaro, essa deve ser uma proposta construída coletivamente. Nesse momento, portanto, a tarefa da oposição é ampliar o crescente repúdio ao governo Bolsonaro e mobilizando amplas forças sociais para a assegurar a proteção dos mais vulneráveis ao coronavírus.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Por essa razão, o foco do PSOL e da oposição deve ser a defesa de ações enérgicas do Estado para a proteção dos mais pobres, a economia e o emprego, salvar vidas e superar a epidemia. Iniciativas individuais, isoladas e voluntaristas, não ajudam na luta contra Bolsonaro. Não reconhecemos, em nome do PSOL, esta medida unilateral. Seguiremos debatendo, nas instâncias partidárias e na bancada, as medidas adequadas para enfrentar a crise.

Executiva Nacional do PSOL
18 de março de 2020

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Quero ser membro. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Cortes 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email