PT denuncia 'Gabinete do Ódio' à Justiça e pede afastamento de Carlos Bolsonaro

O partido pede à Justiça a imediata proibição de acesso de Carlos Bolsonaro ao Palácio do Planalto ou de qualquer estrutura da Administração Pública Federal para impedi-lo de continuar exercendo o comando do “Gabinete do Ódio”

(Foto: ALERJ | Reuters)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - A bancada do PT na Câmara protocolou nesta sexta-feira (3), na 17ª Vara Federal Cível da Justiça do Distrito Federal, uma ação popular contra Jair Bolsonaro e o vereador Carlos Bolsonaro. 

O partido pede à Justiça a imediata proibição de acesso de Carlos Bolsonaro ao Palácio do Planalto ou de qualquer estrutura da Administração Pública Federal para impedi-lo de continuar exercendo o comando do “Gabinete do Ódio”, mecanismo pelo qual se espalham mentiras e fake news, muitas envolvendo o combate à pandemia de coronavírus.

Na ação, assinada pela presidenta do PT, deputada Gleisi Hoffmann (PR), o líder da Bancada na Câmara, Enio Verri (PR), e várias deputadas e deputados, aponta-se que pelo “Gabinete do Ódio” são disseminados ataques, desinformação e pânico, “num momento em que as ações governamentais devem estar em sintonia com as orientações técnicas e científicas” para combater o Covid-19.

No âmbito do MP do Rio, a bancada sugere que se investigue Carlos Bolsonaro por improbidade administrativa, disciplinar e criminal, já que tem deixado de “exercer em plenitude seu mandato popular municipal, para prestar um desserviço ao País, contribuindo ainda mais para o descrédito do já decrépito governo do seu pai”.

Os parlamentares do PT cobram da Justiça que os dois réus informem as “circunstâncias, finalidades públicas, necessidade e amparo legal para a manutenção de um gabinete, no Palácio do Planalto, para o filho do presidente da República”. Querem saber também qual a estrutura administrativa, de pessoal e outros, à disposição de Carlos Bolsonaro e também qual a função pública do vereador, no âmbito federal, para que disponha de estrutura dentro do Palácio do Planalto.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email