PT, PV, PCdoB e PSB anunciam apoio à reeleição de Arthur Lira para presidência da Câmara

Juntos, os quatro partidos terão 94 deputados no próximo ano

www.brasil247.com - Da esq.: para a dir.: Reginaldo Lopes, líder do Partido dos Trabalhadores na Câmara, Gleisi Hoffmann, presidente nacional do PT, e Arthur Lira, presidente da Câmara
Da esq.: para a dir.: Reginaldo Lopes, líder do Partido dos Trabalhadores na Câmara, Gleisi Hoffmann, presidente nacional do PT, e Arthur Lira, presidente da Câmara (Foto: Agência Brasil)


247 - A federação entre PT, PV e PCdoB anunciou nesta terça-feira (29) que apoiará a recondução do presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira (PP-AL), ao cargo. As três bancadas terão 80 deputados a partir da próxima legislatura – PT (68), PV (6) e PCdoB (6). O PSB, partido do vice-presidente eleito Geraldo Alckmin, que não integra a federação, também anunciou apoio à reeleição do parlamentar. A legenda terá 14 deputados no próximo ano. 

De acordo com o portal G1, o deputado federal Reginaldo Lopes (PT-MG) afirmou que o "presidente Arthur Lira foi o primeiro a reconhecer a legitimidade das urnas, do voto popular, e nós entendemos que é fundamental essa estabilidade institucional". "E que é possível construir um bloco de governo que possa dar ao país, ao presidente Lula, estabilidade, governabilidade e uma base sólida", afirmou. 

O apoio a Lira passa por uma articulação para garantir governabilidade ao presidente eleito,Luiz Inácio Lula da Silva (PT). A eleição para presidência da Casa será no início de fevereiro.

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

O conhecimento liberta. Quero ser membro. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Cortes 247