PT quer explicação de Braga Netto sobre desfile de blindados em Brasília no dia da votação da PEC do voto impresso

O PT quer ter acesso a dados sobre custos com diárias, combustíveis, nomes dos comandantes envolvidos e motivo da operação

www.brasil247.com - Ministro da Defesa, Walter Braga Netto
Ministro da Defesa, Walter Braga Netto (Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil)


247 - A liderança do PT na Câmara dos Deputados prepara um requerimento de informação ao ministro da Defesa, Braga Netto, acerca do desfile de tanques e blindados prometido para terça-feira (10), dia em que a Casa votará a PEC do voto impresso em plenário.

Entre os questionamentos, segundo Lauro Jardim, do jornal O Globo, a sigla quer entender o motivo para o anúncio do evento ter sido feito tão em cima da hora.

O PT também quer ter acesso a dados sobre custos com diárias, combustíveis, nomes dos comandantes envolvidos e o motivo da operação.  "Os tanques vão distribuir alimentos? Carregarão vacinas? Ou vão só gastar combustível?", questionou pelo Twitter o lídero do PT na Câmara, deputado Bohn Gass (PT-RS).

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

A bancada cogita também acionar ainda o Tribunal de Contas da União (TCU) e o Ministério Público.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Inscreva-se no canal de cortes da TV 247 e saiba mais:

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Quero ser membro. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Cortes 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email