Quarenta e cinco parlamentares, incluindo onze de partidos aliados ao governo Lula, pediram investigação contra Janones

Deputados acionaram a PGR contra Janones por suposto esquema de 'rachadinha'

André Janones
André Janones (Foto: Najara Araujo/Câmara dos Deputados)


✅ Receba as notícias do Brasil 247 e da TV 247 no canal do Brasil 247 e na comunidade 247 no WhatsApp.

247 - Um grupo com 45 deputados, representando diversas siglas, acionou a Procuradoria-Geral da República para que o deputado federal André Janones (Avante-MG) seja investigado por suspeitas de "rachadinha" em seu gabinete, conforme exposto em reportagem do portal Metrópoles.

De acordo com reportagem do jornal O Globo, os parlamentares alegam que Janones teria praticado peculato e improbidade administrativa ao, supostamente, exigir que seus assessores devolvessem parte de seus salários. Uma das evidências citadas é um áudio em que o deputado afirma ter gasto R$ 675 mil na campanha para prefeito em 2016, valor divergente dos R$ 200,5 mil declarados ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Solicitam também investigação por falsidade ideológica eleitoral.

continua após o anúncio

Os onze deputados aliados ao governo Lula, filiados a União Brasil, PSD, Republicanos, PP e MDB, juntos lideram dez ministérios, embora estejam identificados com a oposição e raramente apoiem o Planalto em votações.

Parlamentares como Zucco (Republicanos-RS), Evair de Melo (PP-ES), Coronel Assis (União-MT), Sargento Fahur (PSD-PR), Delegado Palumbo (MDB-SP) e outros, todos integrantes de partidos com cargos no primeiro escalão do governo, endossaram a notificação-crime.

continua após o anúncio

Janones, por sua vez, se pronunciou nas redes sociais, chamando as denúncias de "vazias" e citando que não evoluíram para ação penal ou processo por falta de materialidade. Alegou que o áudio foi retirado de contexto e afirmou que usaram uma gravação clandestina para imputar um crime que, segundo ele, jamais cometeu.

A lista de signatários da representação inclui membros de diversas siglas, como PL, Republicanos, Novo, PSD, Podemos e MDB, evidenciando uma união de forças de diferentes partidos em busca da investigação sobre as denúncias envolvendo o parlamentar do Avante.

continua após o anúncio

Ainda de acordo com a reportagem, figuram como signatários: 

  • Paulo Bilynskyj (PL-SP)
  • Eduardo Bolsonaro (PL-SP)
  • Nikolas Ferreira (PL-MG)
  • Zucco (Republicanos-RS)
  • Marcel Van Hatten (Novo-RS)
  • Evair de Melo (PP-ES)
  • Mário Frias (PL-SP)
  • Capitão Alberto Neto (PL-AM)
  • Sargento Gonçalves (PL-RN)
  • Coronel Assis (União-MT)
  • Coronel Meira (PL-PE)
  • Messias Donato (Republicanos-ES)
  • Marcos Pollon (PL-MS)
  • Sanderson (PL-RS)
  • Sargento Fahur (PSD-PR)
  • Daniela Reinehr (PL-SC)
  • Mauricio Marcon (Podemos-RS)
  • Luiz Phillipe (PL-SP)
  • Gustavo Gayer (PL-GO)
  • Alberto Fraga (PL-DF)
  • Capitão Alden (PL-BA)
  • Coronel Chrisóstomo (PL-RO)
  • André Fernandes (PL-CE)
  • Delegado Ramagem (PL-RJ)
  • Zé Trovão (PL-SC)
  • Coronel Ulysses (União -AC)
  • Gilvan da Federal (PL-ES)
  • Carol de Toni (PL-SC)
  • Bia Kicis (PL-DF)
  • Delegado Palumbo (MDB-SP)
  • Adilson Barroso (PL-SP)
  • Rodolfo Nogueira (PL-MS)
  • Amália Barros (PL-MT)
  • Abílio Brunini (PL-MT)
  • Júlia Zanatta (PL-SC)
  • Rodrigo Valadares (União - SE)
  • Carla Zambelli (PL-SP)
  • Alfredo Gaspar (União-AL)
  • Filipe Barros (PL-PR)
  • Carlos Jordy (PL-RJ)
  • Hélio Lopes (PL-RJ)
  • Fred Linhares (Republicanos-DF)
  • Cristiane Lopes (União-RO)
  • Bibo Nunes (PL-RS)
  • Delegado Éder Mauro (PL-PA)

continua após o anúncio

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

continua após o anúncio

Ao vivo na TV 247

Cortes 247