CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
Brasília

R$ 2 milhões em reforma de banco de leite

Distrito Federal é autossuficiente em leite materno; de 1,4 mil litros de leite por mês

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

✅ Receba as notícias do Brasil 247 e da TV 247 no canal do Brasil 247 e na comunidade 247 no WhatsApp.

Agência Brasília - O Distrito Federal celebrou hoje mais uma conquista na saúde pública com a entrega das obras de ampliação e modernização do Banco de Leite Humano do Hospital Regional de Taguatinga (HRT). O governador do Distrito Federal, Agnelo Queiroz, acompanhado da primeira-dama Ilza Queiroz, destacou a importância da unidade para o DF, considerado referência mundial pelo Ministério da Saúde.

"O Distrito Federal é a única cidade do mundo autossuficiente em estoque de leite materno. E uma unidade importante como essa merecia uma reforma após 20 anos. O leite materno é essencial na redução da mortalidade infantil e nossos bancos de leite estão entre os responsáveis pelo fato de o índice no DF estar entre os menores do país", enfatizou o governador.

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

A infraestrutura do Banco de Leite do HRT conta agora com 240 m² onde ficam os setores de pasteurização e de armazenamento de leite, além de salas utilizadas para assistência às mães e para o ensino do procedimento de doação. A reforma teve investimento de R$ 2 milhões e levou oito meses para ser concluída.

As novas instalações permitirão ainda a utilização de novas tecnologias, a realização de pesquisas e o trabalho de capacitação, por meio de cursos e treinamentos. O setor vai proporcionar atendimento integral e exclusivo aos bebês nascidos no hospital e contribuir com outras unidades da rede de saúde.

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

O secretário da Saúde, Rafael Barbosa, ressaltou o compromisso do governo com a saúde. "As ações e a contratação de servidores nesta área demonstram o esforço em ampliar e melhorar o atendimento à população. Estamos contratando profissionais para os novos serviços que lançamos e para setores onde falta pessoal devido ao aumento da demanda", disse o secretário, ao citar a nomeação de 635 concursados e a convocação de 594 profissionais temporários na Saúde, divulgadas no Diário Oficial do DF desta sexta-feira.

Bancos de Leite no DF

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

Atualmente, o Distrito Federal conta com 10 Bancos de Leite Humano e dois postos de coleta, o que representa cobertura de 100% das maternidades da rede pública. Juntas, essas unidades realizam, em média, a coleta de 1,4 mil litros de leite por mês. O Banco de Leite do HRT recebe 200 litros por mês e possui capacidade para armazenar até 500 litros.

Segundo a coordenadora dos Bancos de Leite do DF, Míriam Santos, um dos diferenciais das unidades do DF é o trabalho integrado. "Nós trabalhamos em rede. Todos os hospitais com maternidade têm um banco de leite e todas as unidades funcionam em rede, fornecendo uns para os outros conforme a necessidade", explicou.

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

Existem bancos de leite nos Hospitais Regionais de Taguatinga, Sobradinho, Ceilândia, Gama, Brazlândia, Planaltina, Paranoá, Santa Maria, Asa Sul e Asa Norte, além de duas unidades de coleta no Hospital Regional de Samambaia e em uma clínica em São Sebastião. Cerca de 80 profissionais trabalham nas unidades, que recebem doações de aproximadamente seis mil mulheres por ano.

No DF também há Bancos no Hospital das Forças Armadas e no Hospital Universitário de Brasília. A rede privada conta com quatro bancos de leite e um posto de coleta.

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

A meta do GDF é realizar obras de ampliação e modernização em todos os bancos de leite da rede pública. Para este ano estão previstas reformas nas unidades de Sobradinho, de Ceilândia e do Gama. "Também precisamos incentivar a amamentação e valorizar as mães doadoras, pois sem elas de nada adiantaria a infraestrutura e o nosso serviço", lembrou Míriam Santos.

Alto nível

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

Modelo na prevenção, apoio e incentivo ao aleitamento materno, o Banco de Leite Humano do Hospital Regional de Taguatinga foi inaugurado em 1978. Primeira do DF e quarta do Brasil, a unidade é exemplo na região Centro-Oeste, na América Latina e em países africanos de língua portuguesa.

O banco foi o primeiro do DF a oferecer leite materno a todas as crianças internadas no berçário, o que permitiu que o HRT fosse o quarto hospital do país a receber o título de "Hospital Amigo da Criança", concedido pelo Ministério da Saúde e pelo Unicef, em 1992.

Desde sua criação, a unidade conta com parcerias como as do Rotary Club Taguatinga Norte, do Lions Club Brasília – Taguatinga e do Corpo de Bombeiros Militar do DF, que realiza coletas em domicílio. O serviço prestado pela corporação rendeu uma homenagem do Ministério da Saúde ao GDF, em outubro do ano passado. A ampla cobertura dos bancos de leite nos hospitais da rede pública também foi reconhecida pelo órgão federal.

 

iBest: 247 é o melhor canal de política do Brasil no voto popular

Assine o 247,apoie por Pix,inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

Carregando os comentários...
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

Cortes 247

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO