Relator vota pelo arquivamento de processo contra Eduardo Bolsonaro por declarações favoráveis ao AI-5

Deputado federal Igor Timo, relator da representação contra o deputado Eduardo Bolsonaro por declarações defendendo o AI-5, alegou que não há justa causa para que o processo seja admitido

(Foto: Jane de Araújo/Agência Senado)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O deputado federal Igor Timo (Podemos-MG), relator da representação contra o deputado Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) no Conselho de Ética da Câmara por declarações em defesa do AI-5, mais duro de todos os Atos Institucionais durante a ditadura militar, votou pelo arquivamento do processo contra o parlamentar.

De acordo com o jornal Folha de S. Paulo, Timo justificou o voto pelo arquivamento alegando que não há justa causa para que o processo seja admitido. O parlamentar, porém, afirmou que o AI-5 foi um “tempo obscuro” e que o "Brasil não permite, em tempo algum, referenciar ou citar com saudosismo tempos sombrios". 

A oposição discordou da decisão pelo arquivamento e pediu vista do relatório visando apresentar um parecer alternativo na sessão doo colégio marcada para a quinta-feira (8), quando a análise será retomada. 

"O relatório de Igor Timo é uma vergonha. Um salvo conduto para a extrema-direita que ameaça as liberdades democráticas", disse a deputada Fernanda Melchionna (PSOL-RS).

"Eduardo Bolsonaro cometeu um crime grave ao ameaçar o país com o AI-5, o ato mais brutal da ditadura civil militar. É incoerente inclusive com o andamento do processo de cassação de Daniel Silveira. Na prática um peso e duas medidas que pode estar relacionado a relação do relator com a família Bolsonaro", completou. 

Inscreva-se no canal Cortes 247 e saiba mais:

 

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Cortes 247

WhatsApp Facebook Twitter Email