Renan: 'é hora de ouvir as ruas e sugerir caminhos'

O presidente do Senado, Renan Calheiros, afirmou nesta segunda (17) que governantes e parlamentares precisam prestar atenção nas reivindicações apresentadas pela população nas manifestações e responder com propostas concretas; ele informou ainda que a Agenda Brasil será colocada em votação a partir desta terça (18)

O presidente do Senado, Renan Calheiros, afirmou nesta segunda (17) que governantes e parlamentares precisam prestar atenção nas reivindicações apresentadas pela população nas manifestações e responder com propostas concretas; ele informou ainda que a Agenda Brasil será colocada em votação a partir desta terça (18)
O presidente do Senado, Renan Calheiros, afirmou nesta segunda (17) que governantes e parlamentares precisam prestar atenção nas reivindicações apresentadas pela população nas manifestações e responder com propostas concretas; ele informou ainda que a Agenda Brasil será colocada em votação a partir desta terça (18) (Foto: Valter Lima)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Agência Senado - Questionado por jornalistas sobre sua avaliação das manifestações desse domingo (16) em todo o país, o presidente do Senado, Renan Calheiros, afirmou que governantes e parlamentares precisam prestar atenção nas reivindicações apresentadas pela população e responder com propostas concretas.

— É hora de ouvir a população, ouvir as ruas, recolher seus sentimentos e agir, sugerir caminhos, é isso que o Legislativo precisa fazer — disse Renan.

Sobre críticas que foram feitas a ele por manifestantes sobre um suposto acordo político com o governo federal, Renan afirmou que trata-se de “um exercício da democracia que todos precisamos garantir”.

Para o presidente do Senado, propostas como a chamada Agenda Brasil são respostas aos anseios da população e às dificuldades econômicas do país. A agenda foi apresentada por Renan na semana passada, com o objetivo de sugerir ao governo federal caminhos e prioridades para o enfrentamento da crise econômica e a retomada do crescimento. A agenda tem quatro eixos principais: melhoria do ambiente de negócios e infraestrutura; equilíbrio fiscal; reforma administrativa e do Estado e proteção social.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email