HOME > Brasília

Senado convida general para explicar defesa de intervenção

A Comissão de Direitos Humanos do Senado aprovou nesta quarta-feira requerimento para ouvir esclarecimentos do general do Exército, Antonio Hamilton Mourão; o militar afirmou numa palestra, em Brasília, que seus "companheiros do Alto Comando do Exército" entendem que uma "intervenção militar" poderá ser adotada se o Judiciário "não solucionar o problema político"; inicialmente a ideia de senadores era de convocação, quando o comparecimento não é opcional. Contudo, após um acordo político ficou decidido que seria um convite

A Comissão de Direitos Humanos do Senado aprovou nesta quarta-feira requerimento para ouvir esclarecimentos do general do Exército, Antonio Hamilton Mourão; o militar afirmou numa palestra, em Brasília, que seus "companheiros do Alto Comando do Exército" entendem que uma "intervenção militar" poderá ser adotada se o Judiciário "não solucionar o problema político"; inicialmente a ideia de senadores era de convocação, quando o comparecimento não é opcional. Contudo, após um acordo político ficou decidido que seria um convite (Foto: José Barbacena)

✅ Receba as notícias do Brasil 247 e da TV 247 no canal do Brasil 247 e na comunidade 247 no WhatsApp.

Brasília 247 - A Comissão de Direitos Humanos do Senado aprovou nesta quarta-feira (20) requerimento para ouvir esclarecimentos do general do Exército, Antonio Hamilton Mourão.

O militar afirmou numa palestra, em Brasília, na sexta-feira (15), que seus "companheiros do Alto Comando do Exército" entendem que uma "intervenção militar" poderá ser adotada se o Judiciário "não solucionar o problema político", em referência à corrupção de políticos.

Pelo requerimento aprovado nesta quarta, a oitiva do general da ativa do Exército não tem caráter obrigatório. Reportagem da Folha afirma que inicialmente a ideia de senadores era de convocação, quando o comparecimento não é opcional. Contudo, após um acordo político ficou decidido que seria um convite.

iBest: 247 é o melhor canal de política do Brasil no voto popular

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista: