Série de fake news da Netflix montou até loja no Aeroporto de Brasília

A série "O Mecanismo", da Netflix, que distorce fatos históricos contra o PT ao retratar a operação Lava Jato, montou uma loja para divulgação da série no aeroporto de Brasília; desonestidade intelectual da série dirigida por José Padilha deixou muitos brasileiros furiosos, que decidiram cancelar sua assinatura da Netflix como forma de protesto; quem está pagando a fake news da Netflix?

A série "O Mecanismo", da Netflix, que distorce fatos históricos contra o PT ao retratar a operação Lava Jato, montou uma loja para divulgação da série no aeroporto de Brasília; desonestidade intelectual da série dirigida por José Padilha deixou muitos brasileiros furiosos, que decidiram cancelar sua assinatura da Netflix como forma de protesto; quem está pagando a fake news da Netflix?
A série "O Mecanismo", da Netflix, que distorce fatos históricos contra o PT ao retratar a operação Lava Jato, montou uma loja para divulgação da série no aeroporto de Brasília; desonestidade intelectual da série dirigida por José Padilha deixou muitos brasileiros furiosos, que decidiram cancelar sua assinatura da Netflix como forma de protesto; quem está pagando a fake news da Netflix? (Foto: Aquiles Lins)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Brasília 247 - A série "O Mecanismo", da Netflix, que distorce fatos históricos contra o PT ao retratar a operação Lava Jato, montou uma loja para divulgação da série no aeroporto de Brasília. 

Muitos brasileiros ficaram furiosos com a mentiras propagadas pela série e decidiram cancelar sua assinatura da Netflix como forma de protesto. 

Um dos maiores críticos de cinema do Brasil, Pablo Villaça foi um dos que suspenderam sua conta. Nas redes sociais, boicote à empresa ganha força.

"Fiquei horrorizada com essa série monstruosa e mentirosa lançada pelo asqueroso Padilha, pela Netflix. Minha assinatura está cancelada. Amo meu país. Não posso concordar com uma aberração dessas. Consciência, coerência e princípios democráticos são fundamentais", diz uma das mensagens enviadas ao 247 sobre o assunto.

Confira a "Loja da Corrupção" da série: 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Participe da campanha de assinaturas solidárias do Brasil 247. Saiba mais.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247