STF exige novo plano de Bolsonaro para conter Covid-19 entre indígenas

O plano anterior foi qualificado pela Supremo Tribunal Federal (STF) como “vago”

Jair Bolsonaro e indígena com máscara
Jair Bolsonaro e indígena com máscara (Foto: Bruno Kelly/Reuters | Carolina Antunes/PR)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O ministro Luís Roberto Barroso, do Supremo Tribunal Federal (STF), determinou que o governo de Jair Bolsonaro elabore, em até 20 dias, um novo plano de enfrentamento da Covid-19 entre os povos indígenas.

Uma análise feita pela Corte aponta que o projeto apresentado é "genérico e vago", inviabilizando o monitoramento de sua implementação. Esse plano negado já é o segundo do governo federal.

Na visão das entidades Abrasco (Associação Brasileira de Saúde Coletiva) e Fiocruz (Fundação Oswaldo Cruz), chamadas pelo tribunal, o documento se concentrou em ações já executadas. Ainda, segundo as organizações, o plano do governo é superficial em relação a metas, cronograma, orçamento e outros pontos.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247