TCU decidirá se governo Bolsonaro vai arcar com prejuízos de apagão no Amapá

O ministro Vital do Rêgo, do TCU, sugeriu apurar junto às autoridades dados relacionados aos prejuízos financeiros enfrentados pela população do Amapá em razão da falta de energia elétrica

(Foto: Reprodução / Twitter)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O Tribunal de Contas da União (TCU) vai decidir se a União deve ressarcir totalmente ou parcialmente os moradores do Amapá, que estão sendo prejudicados diante do apagão no estado. Na quarta-feira, 18, o plenário do tribunal aprovou o pedido do ministro Vital do Rêgo.

"É que não se pode descartar a hipótese de que a União, na qualidade de poder concedente, venha, em última instância, a arcar com parte ou com a integralidade desses prejuízos", disse o ministro na representação.

Na representação, o ministro sugeriu apurar junto às autoridades dados relacionados aos prejuízos financeiros enfrentados pela população do Amapá em razão da falta de energia elétrica. 

O estado está sofre sem energia desde o dia 3 de novembro, há mais de duas semanas.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247