CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
Brasília

Técnicos de universidades públicas fazem ato em Brasília

Trabalhadores ligados à Federação de Sindicatos de Trabalhadores Técnico-Administrativos em Instituições de Ensino Superior Pública do Brasil (Fasubra) fizeram uma manifestação e fecharam quatro das seis faixas da Esplanada dos Ministérios; entre as reivindicações da categoria estão reajuste salarial linear de 27,3%, extinção da terceirização no serviço público, o fim dos cortes no orçamento da educação e abertura de concurso; o governo oferece reajuste de 21,3% para ser pago até 2019

Imagem Thumbnail
Trabalhadores ligados à Federação de Sindicatos de Trabalhadores Técnico-Administrativos em Instituições de Ensino Superior Pública do Brasil (Fasubra) fizeram uma manifestação e fecharam quatro das seis faixas da Esplanada dos Ministérios; entre as reivindicações da categoria estão reajuste salarial linear de 27,3%, extinção da terceirização no serviço público, o fim dos cortes no orçamento da educação e abertura de concurso; o governo oferece reajuste de 21,3% para ser pago até 2019 (Foto: Leonardo Lucena)
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

✅ Receba as notícias do Brasil 247 e da TV 247 no canal do Brasil 247 e na comunidade 247 no WhatsApp.

Brasília 247 - Trabalhadores ligados à Federação de Sindicatos de Trabalhadores Técnico-Administrativos em Instituições de Ensino Superior Pública do Brasil (Fasubra) fizeram, nesta terça-feira (7), uma manifestação e fecharam quatro das seis faixas da Esplanada dos Ministérios.

Entre as reivindicações da categoria estão reajuste salarial linear de 27,3%, extinção da terceirização no serviço público, o fim dos cortes no orçamento da educação e abertura de concurso. O governo oferece reajuste de 21,3% para ser pago até 2019. A proposta foi rejeitada em assembleia da categoria.

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

"Se o governo é pátrio, tem que atender às reivindicações da educação. Os docentes são responsáveis ela extensão dessa educação", afirmou o coordenador-geral da Fasubra, Gibran Jordão.

Os organizadores estimaram em cinco mil o número de participantes do ato. Para a Polícia Militar, havia 2 mil pessoas na manifestação. O protesto ganhou apoio de estudantes.

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

 

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

iBest: 247 é o melhor canal de política do Brasil no voto popular

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

Cortes 247

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO