Temendo perder o mandato, Daniel Silveira pede desculpas por ataques ao STF

"Peço desculpas a qualquer brasileiro que tenha se ofendido, mas já me arrependi", disse o deputado, alegando que agiu passionalmente nas ofensas a ministros do Supremo: "o ser humano vai de 0 a 100 em segundos. Quem nunca fez isso na vida?"

www.brasil247.com - Daniel Silveira
Daniel Silveira (Foto: Michel Jesus/Câmara dos Deputados)


247 - Iniciada no final da tarde desta sexta-feira (19) a sessão parlamentar na Câmara dos Deputados que decidirá pela manutenção ou relaxamento da prisão do deputado federal Daniel Silveira (PSL-RJ), o próprio teve 15 minutos para se defender.

Diferentemente do tom alto e agressivo costumeiramente utilizado por ele, Silveira se mostrou calmo, pedindo desculpas repetidamente por ter falado de modo violento contra ministros do Supremo Tribunal Federal (STF), fazendo até mesmo ameaças, o que motivou sua prisão.

"Assisti ao vídeo três vezes e vi que me excedi na fala. Peço desculpas a todo o Brasil, todos os juristas renomados, senhoras adolescentes que perceberam que me excedi na fala. Peço desculpas a qualquer brasileiro que tenha se ofendido, mas já me arrependi", disse.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Assista:

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE


CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Acompanhe ao vivo a sessão da Câmara: 


Na tentativa de conquistar votos por sua soltura, o deputado defendeu ter agido de forma passional e questionou: "o ser humano vai de 0 a 100 em segundos. Quem nunca fez isso na vida?". Há a possibilidade que, além da manutenção da prisão do deputado, seu mandato possa ser cassado posteriormente.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Ele também disse reconhecer a importância do STF. “Mais uma vez peço desculpas pela minha fala reconhecendo e reconheci sempre a importância do Supremo Tribunal Federal”.

 Inscreva-se na TV 247, seja membro, e compartilhe:

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Cortes 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email