"Traição é o modus operandi de Bolsonaro", diz Joice Hasselmann

"Todos que trabalharam muito, tiveram uma confiança dedicada ao próprio presidente em algum momento passaram por isso. Veja o caso de Gustavo Bebianno, depois o Santos Cruz, amigo de quarenta e tantos anos", diz a deputada, que foi destituída da liderança do governo

(Foto: Luis Macedo/Agência Câmara)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 – A deputada Joice Hasselmann (PSL-SP) avalia que o esporte predileto de Jair Bolsonaro é trair. "É claro que é uma traição absolutamente clara. Mas eu deixei também de forma muito franca que eu jamais seria a primeira a trair. Mas eu sabia que cedo ou tarde eu seria traída, porque é o modus operandi. Todos que trabalharam muito, tiveram uma confiança dedicada ao próprio presidente em algum momento passaram por isso. Veja o caso de Gustavo Bebianno, depois o Santos Cruz, amigo de quarenta e tantos anos. Mas sigo para me dedicar ao meu mandato e a candidatura à prefeitura", disse ela, que, ontem, foi destituída da liderança do governo, em entrevista à jornalista Naira Trindade.

Participe da campanha de assinaturas solidárias do Brasil 247. Saiba mais.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247