Urgente: Genoino é transferido para o Incor

Diretor do presídio da Papuda determinou nesta tarde que o deputado José Genoino fosse submetido a um exame do coração, após suspeita de infarto, e a transferência dele para o Instituto do Coração de Brasília; a informação foi obtida em primeira mão por 247; o juiz da Vara de Execuções Penais do Distrito Federal, Ademar Silva de Vasconcelos, seguiu para o local; enquanto isso, defesa aguarda decisão do ministro Joaquim Barbosa sobre pedido para que o parlamentar cumpra pena em casa; crise de grandes proporções à vista

www.brasil247.com - Diretor do presídio da Papuda determinou nesta tarde que o deputado José Genoino fosse submetido a um exame do coração, após suspeita de infarto, e a transferência dele para o Instituto do Coração de Brasília; a informação foi obtida em primeira mão por 247; o juiz da Vara de Execuções Penais do Distrito Federal, Ademar Silva de Vasconcelos, seguiu para o local; enquanto isso, defesa aguarda decisão do ministro Joaquim Barbosa sobre pedido para que o parlamentar cumpra pena em casa; crise de grandes proporções à vista
Diretor do presídio da Papuda determinou nesta tarde que o deputado José Genoino fosse submetido a um exame do coração, após suspeita de infarto, e a transferência dele para o Instituto do Coração de Brasília; a informação foi obtida em primeira mão por 247; o juiz da Vara de Execuções Penais do Distrito Federal, Ademar Silva de Vasconcelos, seguiu para o local; enquanto isso, defesa aguarda decisão do ministro Joaquim Barbosa sobre pedido para que o parlamentar cumpra pena em casa; crise de grandes proporções à vista (Foto: Gisele Federicce)


247 - O deputado licenciado José Genoino (PT-SP) acaba de ser transferido do Complexo da Papuda, onde está preso desde sábado 16, para o Instituto do Coração em Brasília, segundo informações obtidas pelo 247.

A transferência ocorreu depois que o diretor do presídio solicitou que Genoino fosse submetido a um eletrocardiograma, após suspeita de infarto na manhã desta quinta-feira. O próprio diretor determinou o encaminhamento do petista para o Incor na capital. O juiz da Vara de Execuções Penais do Distrito Federal, Ademar Silva de Vasconcelos, segue para o local.

Pedido de prisão domiciliar para Genoino, em razão de seu estado de saúde, foi feito ao presidente do STF, Joaquim Barbosa, na segunda-feira 18, pelos advogados do ex-presidente do PT. Ontem, no intervalo da sessão plenária do Supremo, Barbosa prometeu decidir "logo" sobre o caso, mas não havia feito nenhum despacho até 14h desta quinta 21.

O estado de saúde do parlamentar "é bastante delicado e inspira cuidados", segundo seu advogado, Luiz Fernando Pacheco, com base em laudo do IML. Pacheco informou que ontem Genoino passou mal novamente, depois de um eletrocardiograma apontar "alterações". O documento descreve a cirurgia cardíaca que Genoino fez quando retirou parte da artéria aorta e a recomendação de uma série de medicamentos que precisam ser tomados.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Ainda nesta quarta-feira 20, a presidente Dilma Rousseff declarou que mudar o regime de prisão de Genoino era "uma questão humanitária", lembrando saber que o estado de saúde do parlamentar é delicado. A mulher de Genoino, Rioko, e a filha, Miruna, insistiram, diante do Complexo da Papuda, nos últimos dias, sobre a necessidade de cuidados médicos para ele.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

 

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Cortes 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email