Urgente: Gilmar Mendes ignora manobra de Fachin, pauta suspeição e Moro será julgado nesta terça-feira

O ex-juiz Sérgio Moro, que perseguiu o ex-presidente Lula para eleger Jair Bolsonaro, pode ser declarado suspeito hoje

(Foto: ABr)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O ministro Gilmar Mendes, do Supremo Tribunal Federal, decidiu ignorar a manobra de seu colega Edson Fachin, que anulou as condenações do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva para tornar sem efeito a suspeição do ex-juiz Sérgio Moro. Gilmar decidiu pautar para hoje o julgamento da suspeição, o que abre espaço para que Moro, que perseguiu Lula para eleger Jair Bolsonaro, de quem foi ministro, seja declarado suspeito. A informação foi confirmada em primeira mão pela jornalista Mônica Bergamo. 

Inscreva-se na TV 247, seja membro e compartilhe:


Inscreva-se no canal de cortes da TV 247 e saiba mais:

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Cortes 247

Apoie o 247

WhatsApp Facebook Twitter Email