Voto derrotado, Fachin diz à Globo que tem sofrido ameaças

Ministro do STF declarou ao jornalista Roberto D´Ávila, da Globonews, que ele e sua família têm sido alvos de ameaças e que pediu à presidência do Supremo providências como o uso da Polícia Federal para reforçar sua segurança; ele não especificou como foram feitas e o que foi dito; as declarações foram adiantadas pela TV Globo logo após o término do jogo entre Brasil e Alemanha

Brasília - O ministro Luiz Edson Fachin durante sessão plenária extraordinária no STF. Esta é a última sessão antes das férias forenses dos ministros (José Cruz/Agência Brasil)
Brasília - O ministro Luiz Edson Fachin durante sessão plenária extraordinária no STF. Esta é a última sessão antes das férias forenses dos ministros (José Cruz/Agência Brasil) (Foto: Gisele Federicce)

247 - O ministro do Supremo Tribunal Federal Luiz Edson Fachin declarou em entrevista à Globonews que ele e sua família têm sido alvos de ameaças e que pediu à presidência do Supremo providências como o uso da Polícia Federal para reforçar sua segurança. Ele não especificou como foram feitas essas ameaças e o que foi dito.

As declarações foram feitas em entrevista ao jornalista Roberto D´Ávila e seriam transmitidas no programa apresentado por ele na Globonews nesta quarta-feira 28, mas o trecho sobre as ameaças foi adiantado pela TV Globo logo após o término do jogo entre Brasil e Alemanha, momento de grande audiência da emissora.

Relator do habeas corpus de Lula, Fachin votou contra a admissibilidade do recurso e contra a liminar que suspendia a prisão do ex-presidente, mas é provavelmente voto vencido no próximo dia 4 de abril, quando a Corte julgará o habeas corpus.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247