A avaliação de Bolsonaro no Nordeste vai ao pior patamar: 53% de ruim e péssimo

Em oito meses a reprovação do governo Jair Bolsonaro aumentou 27 pontos percentuais no Nordeste. Em janeiro 26% dos eleitores da região avaliavam o presidente como ruim e péssimo. De acordo com pesquisa XP Investimentos/Ipespe, o percentual chegou a 53% em agosto

(Foto: ADRIANO MACHADO - REUTERS)

247 - A avaliação do governo Jair Bolsonaro no Nordeste chegou a seu pior patamar neste mês. O percentual do que acham a gestão ruim e péssima é 53%, de acordo com pesquisa XP Investimentos/Ipespe. Em janeiro, o presidente tinha 33% de ótimo e bom na região, 31% de regular, 26% de ruim e péssimo e 11% da população que não quis ou não soube responder.

Segundo as novas estatísticas, referentes ao mês de agosto, além dos mais de 50% de avaliação negativa, Bolsonaro tem 20% de ótimo e bom, 24% de regular, e 3% da população não quis ou não soube responder.

As entrevistas foram feitas nos dias 5, 6 e 7 de agosto, portanto duas semanas após o presidente se referir aos governadores nordestinos pejorativamente como "paraíbas".

No segundo turno da eleição presidencial, Bosonaro conseguiu apenas 30,3% dos votos válidos no Nordeste (8,8 milhões de votos). O seu então adversário, Fernando Haddad (PT), alcancaçou 69,7% (20,3 milhões).

Conheça a TV 247

Mais de Nordeste

Ao vivo na TV 247 Youtube 247