Atacam as universidades de forma ideológica e econômica, diz reitor da UFPE

Anísio Brasileiro de Freitas Dourado falou no 4º Encontro de Assinantes do 247, realizado em Olinda, sobre os ataques do governo às universidades públicas; segundo ele, os ataques são ideológicos e econômicos; assista

247 - O reitor da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE), Anísio Brasileiro de Freitas Dourado, falou no 4º Encontro de Assinantes do 247, em Olinda, sobre as dificuldades vividas pelas universidades públicas durante o governo do presidente Jair Bolsonaro e a liderança do ministério da Educação nas mãos do ministro Abraham Weintraub.

O reitor afirmou que os ataques à autonomia das universidades têm caráter ideológico. “O primeiro é o ataque sistemático à autonomia da universidade, ataque do ponto de vista ideológico, com a questão das humanidades e da Escola Sem Partido, é inconcebível imaginar uma universidade pública no mundo inteiro sem sociologia, sem história e sem filosofia, é a razão da nossa existência”.

Ele lembrou também que as universidades sofrem agora com os cortes no orçamento das instituições de ensino. “Há um ataque violento do ponto de vista econômico também, isso levou a intensas manifestações de apoio da sociedade no dia 15 e 30 de maio que foi, além do bloqueio de recursos para a Educação Básica, o bloqueio de R$ 2 bi para a Educação Superior, isso significa que nós havíamos recebido 40% do orçamento na parte de custeio até junho e 60% foi bloqueado”.

 Inscreva-se na TV 247 e assista à entrevista na íntegra: 

Conheça a TV 247

Mais de Nordeste

Ao vivo na TV 247 Youtube 247