Base Nacional Curricular: MA é o 3ª em cadastros

Com o cadastro de 3.325 escolas durante a consulta pública para elaboração da Base Nacional Comum Curricular (BNCC), o Maranhão conseguiu a terceira posição entre os estados brasileiros que contribuíram com a construção do documento; a BNCC registrou mais de 12 milhões de contribuições até março deste ano, sendo considerado o maior documento da educação pelo número de sugestões e contribuições da sociedade; no Maranhão houve participação 459 estaduais (41%), 2.813 municipais (26%), oito escolas federais (38%) e 45 unidades de ensino da rede particular (4,32%); os números foram divulgado no auditório Fernando Falcão, da Assembleia Legislativa

Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Maranhão 247 - Com o cadastro de 3.325 escolas durante a consulta pública para elaboração da Base Nacional Comum Curricular (BNCC), o Maranhão conseguiu a terceira posição entre os estados brasileiros que contribuíram com a construção do documento. O número foi divulgado durante o Colóquio Ludovicense sobre a Base, promovido pela Secretaria de Estado de Educação (Seduc), nesta terça-feira (19), no auditório Fernando Falcão, da Assembleia Legislativa. A BNCC registrou mais de 12 milhões de contribuições até março deste ano, sendo considerado o maior documento da educação pelo número de sugestões e contribuições da sociedade. No Maranhão houve participação 459 estaduais (41%), 2.813 municipais (26%), oito escolas federais (38%) e 45 unidades de ensino da rede particular (4,32%).

Representando o secretário de Estado da Educação, Felipe Camarão, a adjunta de Ensino da Seduc, Nádya Dutra, destacou que a Base representa a ampla participação da sociedade no processo educativo e reflete o pensamento do governador Flávio Dino em relação à educação. “A Base propõe diferentes perspectivas para aprendizagem, entre elas, a formação integral dos nossos alunos e é esse o compromisso do Governo do Maranhão, que está trabalhando fortemente para garantir as condições necessárias para a formação de vida dos nossos estudantes”, ressaltou.

No encontro, a coordenadora da mobilização pela BNCC no estado e Superintendente de Educação Básica da Seduc, Silvana Machado, apresentou uma análise das contribuições dos educadores maranhenses na construção do documento. “O Maranhão foi destaque nesse processo pela mobilização junto às escolas, regionais e secretarias de educação, com apoio de instituições municipalistas, a exemplo da Undime (União de Dirigentes Municipais de Educação) e a parceria do Ministério Público”, avaliou.

Ainda neste mês o Ministério da Educação divulgará a 2ª versão do documento da BNCC. Para o professor Raph Gomes Alves, membro do Movimento pela Base Nacional Comum Curricular, o momento agora é de revisão da primeira versão. “Precisamos pensar nos encaminhamentos para a segunda versão para incluir aquilo que sentimos falta, porque esse documento vai nortear os currículos das escolas e redes”, disse.

Participaram do colóquio gestores escolares, professores e supervisores escolares, técnicos da Seduc, representantes de instituições de ensino superior, universitários e membros de conselhos.

Mais detalhes sobre o BNCC podem ser encontrados no endereço eletrônico:www.basenacionalcomum.mec.gov.br, onde também estão disponíveis o mapa de acesso às contribuições, relatórios analíticos para consulta e, mais recentemente, um levantamento das primeiras contribuições de educadores de todo o Brasil.

*Com assessoria

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247