Bolsonaro ignora pesquisas e diz que vencerá eleição no 1º turno

Ordem na campanha de Jair Bolsonaro é desacreditar os números das pesquisas de intenção de voto que dão ampla vantagem ao ex-presidente Lula e continuar mobilizando os apoiadores

www.brasil247.com - Jair Bolsonaro
Jair Bolsonaro (Foto: Reprodução/Facebook)


Reuters - O presidente Jair Bolsonaro (PL) afirmou nesta terça-feira que vai vencer as eleições já no primeiro turno, ignorando recentes pesquisas nacionais de intenção de voto que o mostram bem atrás do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), inclusive com o petista tendo chances de liquidar a disputa no próximo domingo.

"Acreditamos que o povo brasileiro no próximo dia 2 de outubro vai eleger Jair Bolsonaro no primeiro turno", disse ele, sob os gritos de "primeiro turno" pelo público.

"Se assim for a vontade de Deus e também o interesse de vocês, nós continuaremos no governo trazendo paz, tranquilidade e ordem e progresso para todos vocês", reforçou ele, em outro momento no comício em Petrolina (PE), onde participou antes de uma motociata e cumprimentou apoiadores.

A menos de uma semana do primeiro turno das eleições, nova pesquisa Ipec divulgada na segunda mostrou que Lula teve uma oscilação positiva de 1 ponto percentual, passando a 48% das intenções de voto, enquanto Bolsonaro se manteve estável com 31%.

Considerando apenas os votos válidos, quando são descartados os brancos e nulos, o Ipec apontou a possibilidade de Lula eleger-se já no domingo. O petista conta com 52% dos votos válidos, repetindo o mesmo patamar da semana passada.

Apesar do resultado, a ordem na campanha de Bolsonaro é desacreditar os números das pesquisas de intenção de voto e continuar mobilizando os apoiadores com o que chama de "datapovo" na reta final da campanha, segundo fontes ouvidas pela Reuters na véspera.

No comício, Bolsonaro voltou a xingar Lula de ladrão e procurou fazer comparações do seu governo com gestões petistas, como na diferença dos valores dos programas Bolsa Família e Auxílio Brasil.

"O que eu tenho a oferecer é exatamente o contrário do que o ladrão fez ao longo de 14 anos", disse.

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista: 

 

O conhecimento liberta. Quero ser membro. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Cortes 247