Camilo Santana confronta candidato bolsonarista em Fortaleza, que recua: “não vou para um embate”

Governador do Ceará desmentiu o líder nas pesquisas à prefeitura de Fortaleza, Capitão Wagner, que afirmou em entrevista não ter participado dos motins de policiais que aterrorizaram o estado no início do ano; "A população precisa saber a verdade", disse o petista

Camilo Santana e Capitão Wagner
Camilo Santana e Capitão Wagner (Foto: Reprodução)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Revista Fórum - O governador do Ceará, Camilo Santana (PT), resolveu “entrar em campo” na campanha pela prefeitura da capital, Fortaleza, e nesta quarta-feira (14) usou as redes sociais para confrontar o candidato bolsonarista Capitão Wagner (Pros), que lidera as intenções de votos nas pesquisas – o segundo lugar é da correligionária de Santana, a deputada Luizianne Lins (PT).

Em entrevista recente ao Diário do Nordeste, Capitão Wagner disse que não participou do movimento de policiais amotinados que, com táticas de milícia, aterrorizaram o estado em fevereiro deste ano. Santana, então, decidiu desmentir o postulante à prefeitura de Fortaleza.

“Vi no DN entrevista do Capitão Wagner dizendo não ter apoiado o motim deste ano, que aterrorizou o Ceará. Não é verdade. Tanto liderou o motim de 2011 como teve participação direta nesse último motim, que teve clara motivação política para desorganizar a segurança do Ceará”, escreveu o governador.

Leia mais na Fórum.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247