Cinegrafista da Band sofre atentado no Maranhão

Hilton Costa Brito, de 36 anos, foi atingido por três tiros, dois na perna e um no abdômen, no município de Pedreiras; segundo a polícia, ele aguardava a passagem dos blocos de carnaval em frente à emissora em que trabalha, afiliada da TV Bandeirantes, quando três pessoas que estavam em um veículo pararam próximo a ele; uma delas saiu e efetuou os disparos

Hilton Costa Brito, de 36 anos, foi atingido por três tiros, dois na perna e um no abdômen, no município de Pedreiras; segundo a polícia, ele aguardava a passagem dos blocos de carnaval em frente à emissora em que trabalha, afiliada da TV Bandeirantes, quando três pessoas que estavam em um veículo pararam próximo a ele; uma delas saiu e efetuou os disparos
Hilton Costa Brito, de 36 anos, foi atingido por três tiros, dois na perna e um no abdômen, no município de Pedreiras; segundo a polícia, ele aguardava a passagem dos blocos de carnaval em frente à emissora em que trabalha, afiliada da TV Bandeirantes, quando três pessoas que estavam em um veículo pararam próximo a ele; uma delas saiu e efetuou os disparos (Foto: Gisele Federicce)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Maranhão 247 – O cinegrafista Hilton Costa Brito, de 36 anos, sofreu um atentado nesta terça-feira 4 enquanto aguardava a passagem de blocos de carnaval no município de Pedreiras, no Maranhão. Ele foi atingido por três tiros, dois na perna e um no abdômen.

Segundo a polícia, Hilton estava na frente da emissora em que trabalha, uma afiliada da TV Bandeirantes, quando um carro com três pessoas parou próximo a ele. Uma delas saiu e efetuou os disparos. Ele foi submetido a uma cirurgia e está em estado grave.

O caso, que aconteceu no período da tarde, está sendo investigado pela polícia. Nesta quarta-feira, testemunhas e colegas de trabalho do cinegrafista irão depor na delegacia. O cinegrafista é natural de Chapadinha e estava há um mês em Pedreiras, substituindo outro profissional.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email