Deputado, filho de João Alberto, é dono de pizzaria que deve ao INSS

O deputado federal João Marcelo Santos Souza (PMDB-MA), filho do presidente da Comissão de Ética do Senado, senador João Alberto (PMDB-MA) é sócio de uma pizzaria e uma empresa de radiodifusão, que juntas devem R$ 216 mil ao INSS, segundo levantamento da Procuradoria-Geral da Fazenda Nacional; a PGFN apontou que enquanto debatem a reforma da Previdência, deputados e senadores estão associados a empresas que devem R$ 372 milhões ao INSS

O deputado federal João Marcelo Santos Souza (PMDB-MA), filho do presidente da Comissão de Ética do Senado, senador João Alberto (PMDB-MA) é sócio de uma pizzaria e uma empresa de radiodifusão, que juntas devem R$ 216 mil ao INSS, segundo levantamento da Procuradoria-Geral da Fazenda Nacional; a PGFN apontou que enquanto debatem a reforma da Previdência, deputados e senadores estão associados a empresas que devem R$ 372 milhões ao INSS
O deputado federal João Marcelo Santos Souza (PMDB-MA), filho do presidente da Comissão de Ética do Senado, senador João Alberto (PMDB-MA) é sócio de uma pizzaria e uma empresa de radiodifusão, que juntas devem R$ 216 mil ao INSS, segundo levantamento da Procuradoria-Geral da Fazenda Nacional; a PGFN apontou que enquanto debatem a reforma da Previdência, deputados e senadores estão associados a empresas que devem R$ 372 milhões ao INSS (Foto: Leonardo Lucena)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Blog do Garrone - O deputado federal João Marcelo Santos Souza (PMDB), filho do presidente da Comissão de Ética do Senado, senador João Alberto (PMDB) é sócio de uma pizzaria e uma empresa de radiodifusão, que juntas devem R$ 216.135,33 ao INSS, segundo levantamento da Procuradoria-Geral da Fazenda Nacional.

A PGFN apontou que enquanto debatem a reforma da Previdência, deputados e senadores estão associados a empresas que devem R$ 372 milhões ao INSS. Na lista de débitos ainda estão os deputados federais Deoclides Macedo (PDT), Luana Costa (PSB) e o senador Roberto Rocha (PSB). A dívida total das empresas dos parlamentares maranhenses com a Previdência é de R$ 676.653,48.

O deputado federal João Marcelo é o que mais deve, de acordo com suas sociedades nas empresas Pizzas de Jesus Ltda-ME e Comunicar Radiodifusão Ltda-ME com débitos de R$ 4.783,25 e R$ 211.352,08; respectivamente.

Em seguida vem o senador Roberto Rocha, por sua sociedade com a Rádio E Televisão Vale do Farinha Ltda, com débito de R$ 165.002,62.; a deputada Luana Costa, sócia da L.M. Serviços Odontológicos Ltda-ME, com dívida de R$ 62.648,50; e por fim, o deputado Deoclides Macedo, sócio do Sistema Porto Franquino de Comunicação Ltda., com R$ 8.365,85 no prego da Previdência.

Acesse a íntegra do documento com os nomes de todos os deputados e senadores

Na lista da Procuradoria-Geral da Fazenda Nacional estão 73 deputados federais e 13 senadores. O líder do ranking é o senador Fernando Collor (PTC-AL), que está associado a cinco empresas que devem R$ 112 milhões, todas elas no ramo da comunicação.

Embora as dívidas contabilizadas pela procuradoria incluem as consideradas em “situação regular” (parceladas, suspensas por decisão judicial ou garantidas de alguma forma pelo devedor) e as em “situação irregular”(cobranças em andamento, sem nenhum tipo de garantia), somente, entre as empresas maranhenses de colarinho branco, a Pizzas de Jesus, do deputado João Marcelo, está com seu débito em “situação regular”.

Participe da campanha de assinaturas solidárias do Brasil 247. Saiba mais.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247