Dino articula aliança com DEM para 2018

O governador do Maranhão, Flávio Dino, articula uma aliança com 12 partidos, entre eles o DEM, PSDB e PEN, para disputar a reeleição em 2018; o chefe do executivo tem boa relação com o DEM-MA e tem ajudado a fortalecer o partido no estado; o PSDB ocupa o cargo de vice do atual governo

Brasília - Governador do Maranhão, Flavio Dino, fala com a imprensa após reunião com a presidenta Dilma, no Palácio do Planalto (Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil)
Brasília - Governador do Maranhão, Flavio Dino, fala com a imprensa após reunião com a presidenta Dilma, no Palácio do Planalto (Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil) (Foto: Leonardo Lucena)

Maranhão 247 - O governador do Maranhão, Flávio Dino, articula uma aliança com 12 partidos, entre eles o DEM, PSDB e PEN, para disputar a reeleição em 2018. O chefe do executivo tem boa relação com o DEM-MA e tem ajudado a fortalecer o partido no estado. Entre as ações recentes do governador está a negociação para filiar à sigla o ex-governador e deputado federal José Reinaldo Tavares (PSB), seu ex-secretário de Minas e Energia e que rompeu com o grupo Sarney.

A proximidade de Flávio Dino com o PSDB vem desde a eleição de 2014, quando os tucanos indicaram a vice na chapa para o governo estadual. Para 2018, o PT também está de olho na vaga de vice, mas, caso contrário, pede o apoio do governador a um nome petista para se candidatar a senador (a). Mas a legenda está fora dos planos do governador para o Senado.

Sobre os acordos, Dino afirmou que sua chapa "não pode ir apenas à esquerda". "Aqui é a eleição entre os Sarney e os não Sarney", disse ele, durante entrevista concedida ao Valor.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247