Dino: decisão do STF sobre importação da Sputnik V evita "protelações indefinidas" da Anvisa

"Vamos aguardar e acompanhar", escreveu o governador Flávio Dino pelo Twitter sobre a decisão do ministro Ricardo Lewandowski, que deu até dia 28 de abril para a Anvisa se manifestar sobre oimunizante russo contra a Covid-19

Flávio Dino
Flávio Dino (Foto: Divulgação)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O governador do Maranhão, Flávio Dino (PCdoB), repercutiu a decisão desta terça-feira (13) do ministro Ricardo Lewandowski, do Supremo Tribunal Federal, autorizando o estado do Maranhão a comprar a vacina russa Sputinik V contra a Covid-19, se a Anvisa não decidir sobre o imunizante até o dia 28 de abril. 

"Com isso, fica eliminada a hipótese de protelações indefinidas. Vamos aguardar e acompanhar", escreveu o governador Flávio Dino pelo Twitter. 

Para atender ao pedido do governo do Maranhão, o ministro Lewandowski se amparou na recém-aprovada Lei 14.124/2021. De acordo com a norma, a Anvisa deve avaliar se aprova ou não o uso emergencial de um imunizante dentro do prazo máximo de sete dias. 

O governador do Maranhão, Flávio Dino (PC do B), fechou um contrato para a compra de 4,5 milhões de doses da Sputinik V no mês passado. O único impasse é a falta de aval da Anvisa, que ainda não aprovou o uso emergencial da vacina. 

Leia na íntegra a decisão do ministro Ricardo Lewandowski: 


Inscreva-se na TV 247, seja membro, e compartilhe:

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Cortes 247

Apoie o 247

WhatsApp Facebook Twitter Email