Dino rebate Bolsonaro: perseguir um estado é ato gravemente ilegal

"Independentemente de suas opiniões pessoais, o presidente da República não pode determinar perseguição contra um ente da Federação. Seja o Maranhão ou a Paraíba ou qualquer outro Estado. 'Não tem que ter nada para esse cara' é uma orientação administrativa gravemente ilegal", disse o governador Flávio Dino pelo Twitter

247 - O governador do Maranhão, Flávio Dino (PCdoB) rebateu declaração do presidente Jair Bolsonaro, feita na manhã desta sexta-feira, 19, durante café da manhã com jornalistas.

"O pior governador é o do Maranhão. Não tem que ter nada com esse cara", disse Bolsonaro ao ministro Onyx Lorenzoni, da Casa Civil, e vazada no vídeo da transmissão, uma vez que o microfone estava aberto (leia mais no Brasil 247).

Em resposta, Flávio Dino disse que Bolsonaro não pode discriminar um ente da Federação. "Independentemente de suas opiniões pessoais, o presidente da República não pode determinar perseguição contra um ente da Federação. Seja o Maranhão ou a Paraíba ou qualquer outro Estado. 'Não tem que ter nada para esse cara' é uma orientação administrativa gravemente ilegal",  disse Dino pelo Twitter. 

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247