Dino: reforma da Previdência retira direitos e pune os mais pobres

Governador do Maranhão foi enfático ao afirmar que as mudanças no sistema previdenciário vão prejudicar ainda mais a população de baixa renda e os trabalhadores;  "Acho que a reforma deveria ser imediatamente suspensa porque não é o momento de debatê-la. O tema é muito sério. A proposta que está aí pune os pobres e é extremamente injusta. São propostas regressivas, que tiram direitos", disse; Flávio Dino sugeriu que os bancos sejam taxados, assim como as fortunas dos mais ricos

Bras�lia - O presidente da Embratur, Fl�vio Dino, fala com a imprensa ap�s encontro com a ministra-chefe da Casa Civil, Gleisi Hoffmann, e com o ministro da Justi�a, Joz� Eduardo Cardozo
Bras�lia - O presidente da Embratur, Fl�vio Dino, fala com a imprensa ap�s encontro com a ministra-chefe da Casa Civil, Gleisi Hoffmann, e com o ministro da Justi�a, Joz� Eduardo Cardozo (Foto: José Barbacena)

Maranhão 247 - Nesta terça-feira, o governador do Maranhão, Flávio Dino, concedeu entrevista à Rádio Timbira. Um dos temas comentados foi a proposta de reforma da Previdência, liderada pelo governo de Michel Temer. Dino foi enfático ao afirmar que as mudanças no sistema previdenciário vão prejudicar ainda mais a população de baixa renda e os trabalhadores.

"Acho que a reforma deveria ser imediatamente suspensa porque não é o momento de debatê-la. O tema é muito sério. A proposta que está aí pune os pobres e é extremamente injusta. São propostas regressivas, que tiram direitos", disse o governador.

Flávio Dino sugeriu que os bancos sejam taxados, assim como as fortunas dos mais ricos. "Nós temos outros caminhos para financiar a previdência e cito o exemplo dos bancos. Por que eles não pagam impostos? Temos que ter um Sistema Tributário mais justo. A taxação das fortunas dos ricos, assim como ocorre nos principais países do mundo. Tributar com justiça aqueles que podem pagar mais".

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247