Em campanha antecipada, Bolsonaro vai ao Maranhão visitar obra de Dilma inaugurada por Dino

O governo Jair Bolsonaro segue na tentativa de associar conquistas de governos anteriores à gestão atual. Nesta quinta-feira (27), o ministro do Desenvolvimento Regional (MDR), Rogério Marinho, desembarca em São Luís (MA) para visitar o Residencial José Chagas, entregue pelo governador Flávio Dino e fruto de uma parceria com o governo Dilma

Dilma com Flávio Dino e Rogério Marinho com Bolsonaro
Dilma com Flávio Dino e Rogério Marinho com Bolsonaro (Foto: Divulgação | Carolina Antunes/PR)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - Na sua tentativa de se aproximar o eleitorado nordestino, após perder a eleição presidencial na região e proferir ataques contra seus habitantes, o governo Jair Bolsonaro tenta associar conquistas de governos anteriores à gestão atual. Nesta quinta-feira (27), o ministro do Desenvolvimento Regional (MDR), Rogério Marinho, desembarca em São Luís (MA) para visitar o Residencial José Chagas, entregue pelo governador Flávio Dino no início do mês. De acordo com o MDR, são 256 unidades habitacionais que beneficiam cerca de 1 mil pessoas.

Os apartamentos do programa ‘Minha Casa, Minha Vida’ foram entregues em uma parceria entre a ex-presidente Dilma Rousseff e o chefe do Executivo maranhense em maio de 2016.

Jair Bolsonaro já atacou o Nordeste em algumas ocasiões. Em agosto do ano passado, ele pediu uma "chuva de honestidade" para a região.

No mês anterior foi divulgado um vídeo em que ele falou sobre "governadores de paraíba" e citou o governador Flávio Dino. "Não tem que ter nada para esse cara [Dino]".

Na eleição presidencial de 2018, Bolsonaro teve apenas 30,3% dos votos no segundo turno contra 69,7% do então presidenciável do PT, Fernando Haddad.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como:

• Cartão de crédito na plataforma Vindi: acesse este link

• Boleto ou transferência bancária: enviar email para [email protected]

• Seja membro no Youtube: acesse este link

• Transferência pelo Paypal: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Patreon: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Catarse: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Apoia-se: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Vakinha: acesse este link

Inscreva-se também na TV 247, siga-nos no Twitter, no Facebook e no Instagram. Conheça também nossa livraria, receba a nossa newsletter e ative o sininho vermelho para as notificações.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247