Em posse, Edivaldo anuncia redução de gastos

O prefeito de São Luís, Edivaldo Holanda Júnior (PDT), anunciou a diminuição de gastos durante expediente da prefeitura, secretaria e órgãos; o chefe do executivo municipal disse que vai cortar custos com a diminuição no número de secretarias; "Serão suspensas as celebrações de novos contratos para locações de imóveis e veículos que impliquem novos gastos. Secretarias e órgãos devem adotar medidas de imediato para redução de 30% de gastos com água e energia elétrica, redução de 50% com veículos locados e 10% nas contas de telefonia móvel. Serão suspensas licenças remuneradas para tratar de interesses particulares", informou o prefeito.

O prefeito de São Luís, Edivaldo Holanda Júnior (PDT), anunciou a diminuição de gastos durante expediente da prefeitura, secretaria e órgãos; o chefe do executivo municipal disse que vai cortar custos com a diminuição no número de secretarias; "Serão suspensas as celebrações de novos contratos para locações de imóveis e veículos que impliquem novos gastos. Secretarias e órgãos devem adotar medidas de imediato para redução de 30% de gastos com água e energia elétrica, redução de 50% com veículos locados e 10% nas contas de telefonia móvel. Serão suspensas licenças remuneradas para tratar de interesses particulares", informou o prefeito.
O prefeito de São Luís, Edivaldo Holanda Júnior (PDT), anunciou a diminuição de gastos durante expediente da prefeitura, secretaria e órgãos; o chefe do executivo municipal disse que vai cortar custos com a diminuição no número de secretarias; "Serão suspensas as celebrações de novos contratos para locações de imóveis e veículos que impliquem novos gastos. Secretarias e órgãos devem adotar medidas de imediato para redução de 30% de gastos com água e energia elétrica, redução de 50% com veículos locados e 10% nas contas de telefonia móvel. Serão suspensas licenças remuneradas para tratar de interesses particulares", informou o prefeito. (Foto: Leonardo Lucena)

Maranhão 247 - O prefeito de São Luís, Edivaldo Holanda Júnior (PDT), anunciou, nesse domingo (1), a diminuição de gastos durante expediente da prefeitura, secretaria e órgãos. O chefe do executivo municipal disse que vai cortar custos com a diminuição no número de secretarias.

"Para continuar mantendo os investimentos na cidade, temos que continuar administrando São Luís com racionalidade. Serão suspensas as celebrações de novos contratos para locações de imóveis e veículos que impliquem novos gastos. Secretarias e órgãos devem adotar medidas de imediato para redução de 30% de gastos com água e energia elétrica, redução de 50% com veículos locados e 10% nas contas de telefonia móvel. Serão suspensas licenças remuneradas para tratar de interesses particulares", informou o prefeito.

"Vamos simplificar a estrutura organizacional com a fusão de secretarias e órgãos. Por outro lado, vamos buscar ampliação de parcerias com os governos estadual e federal e a iniciativa privada para realização de melhorias na cidade com prioridade na saúde, educação, geração de emprego e renda, infraestrutura e assistência social", complementou.

O vice Júlio Pinheiro (PCdoB) e os 31 vereadores e seus suplentes foram empossados na manhã deste domingo (1º), no auditório Alberto Abdala, na Fiema, na capital maranhense. 

 

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247