Empresas ligadas a aliados de ACM faturam R$ 715 milhões em Salvador

Ao menos seis empresas de parentes de aliados do prefeito de Salvador, ACM Neto (DEM), faturaram R$ 715,2 milhões em contratos com a prefeitura entre janeiro de 2013 e julho de 2019; as instituições pertencem a parentes de três secretários municipais, de um assessor da Casa Civil, de um assessor do gabinete do prefeito e de um ex-deputado do DEM

(Foto: Secom)

247 - Pelo menos seis empresas de parentes de aliados do prefeito de Salvador, ACM Neto (DEM), faturaram R$ 715,2 milhões em contratos com a prefeitura da capital baiana entre janeiro de 2013 e julho de 2019. As instituições pertencem a parentes de três secretários municipais, de um assessor da Casa Civil, de um assessor do gabinete do prefeito e de um ex-deputado federal do DEM. Os contratos foram firmados com licitação. Os relatos foram publicados no jornal Folha de S.Paulo.

Dentre as empresas que mais lucraram no atual gestão, estão três empreiteiras que têm como donos parentes de membros do governo municipal: Construtora BSM, Metro Engenharia e Roble Serviços. Entre 2013 e 2018, as empresas receberam, em média, cerca de R$ 30 milhões por ano na gestão de ACM Neto.

A Construtora BSM foi a que mais lucrou entre as três na gestão. Foram R$ 211,8 milhões em repasses desde 2013, valor que não inclui os tributos referentes às obras que foram retidos na fonte. 

A empresa pertence ao empresário Bernardo Cardoso, sobrinho do gerente de projetos da Casa Civil, Manfredo Cardoso. “É um tio distante e o cargo que ele ocupa não tem nenhuma relação operacional com os nossos contratos”, afirma Bernardo Cardoso, sobrinho do gerente.

Conheça a TV 247

Mais de Nordeste

Ao vivo na TV 247 Youtube 247