Escatológico, Bolsonaro volta a defecar pela boca e diz que vai “acabar com cocô” no País

Jair Bolsonaro quebrou o decoro com uma declaração grotesca, em Parnaíba (PI), onde se referiu aos comunistas como cocô do Brasil, quando falava dos governadores do Nordeste no estado governado por Wellington Dias (PT). "Alguns governadores estão querendo separar o Nordeste do Brasil. Esses cabras estão no caminho errado. Vamos acabar com o cocô no Brasil. O cocô é essa raça de corrupto e comunista", disse

Jair Bolsonaro durante embarque com destino em Parnaíba.
Jair Bolsonaro durante embarque com destino em Parnaíba. (Foto: Alan Santos/PR)

247 - Em mais uma declaração grotesca, Jair Bolsonaro quebrou o decoro e voltou a falar em cocô. Ao discursar nesta quarta-feira (14), em Parnaíba, no Piauí, o ocupante do Planalto fez referência aos comunistas como cocô do Brasil e que a intenção dele é acabar com todos. A referência ocorreu quando o mandatário da República falava dos governadores do Nordeste, no estado governado pelo petista Wellington Dias.

"Alguns governadores estão querendo separar o Nordeste do Brasil. Esses cabras estão no caminho errado. Vamos acabar com o cocô no Brasil. O cocô é essa raça de corrupto e comunista", disse.

Na segunda-feira (12), Bolsonaro sugeriu que o brasileiro alternasse os dias para "fazer cocô" com o objetivo de proteger o meio ambiente. 

Não é a primeira vez que ele faz referência ao Nordeste de forma negativa. no último final de semana, Bolsonaro pegou o microfone da câmera da TV Globo e pediu "chuva de honestidade" para a região.

"Queria que a Globo botasse no ar um vídeo com uma canção lá do Nordeste, chama-se Chuva de Honestidade", afirmou. "É uma canção que é mais velha que eu, de 54, e o que o Nordeste sempre precisou foi disso, chuva de honestidade. E o Brasil agradece", acrescentou.

"Chuva de honestidade" era a canção preferida do ex-deputado Osvaldo Coelho (PFL, atual DEM), que morreu em 2015. Um dos trechos diz: "Israel é mais seco que o Nordeste/ No entanto se veste de fartura/ Dando força total à agricultura/ Faz brotar folha verde no deserto/ Dá pra ver que o desmando aqui é certo/ Sobra voto, mas falta competência pra tirar das cacimbas da ciência água doce que serve a plantação".

No mês passado foi divulgado um vídeo em que Bolsonaro fala sobre "governadores de paraíba" e cita o governador do Maranhão, Flávio Dino (PCdoB). "Não tem que ter nada para esse cara [Dino]".

Ao vivo na TV 247 Youtube 247