Flávio Dino: golpe criou crise institucional e a saída é a urna

"Um impeachment inconstitucional jogou-nos em uma crise institucional. A consulta à soberania popular é a melhor saída para tantos problemas", avalia o governador do Maranhão, em uma publicação no Twitter, em meio à denúncia de que Michel Temer teria acionado a Abin para investigar a vida do ministro do STF Edson Fachin; neste sábado, a presidente do Supremo, Cármen Lúcia, respondeu com uma nota duríssima; "Bem sabemos que uma parte da classe dominante no Brasil tem alergia às urnas. Sempre preferiram atalhos e retalhos inconstitucionais", comentou ainda Flávio Dino (PCdoB)

"Um impeachment inconstitucional jogou-nos em uma crise institucional. A consulta à soberania popular é a melhor saída para tantos problemas", avalia o governador do Maranhão, em uma publicação no Twitter, em meio à denúncia de que Michel Temer teria acionado a Abin para investigar a vida do ministro do STF Edson Fachin; neste sábado, a presidente do Supremo, Cármen Lúcia, respondeu com uma nota duríssima; "Bem sabemos que uma parte da classe dominante no Brasil tem alergia às urnas. Sempre preferiram atalhos e retalhos inconstitucionais", comentou ainda Flávio Dino (PCdoB)
"Um impeachment inconstitucional jogou-nos em uma crise institucional. A consulta à soberania popular é a melhor saída para tantos problemas", avalia o governador do Maranhão, em uma publicação no Twitter, em meio à denúncia de que Michel Temer teria acionado a Abin para investigar a vida do ministro do STF Edson Fachin; neste sábado, a presidente do Supremo, Cármen Lúcia, respondeu com uma nota duríssima; "Bem sabemos que uma parte da classe dominante no Brasil tem alergia às urnas. Sempre preferiram atalhos e retalhos inconstitucionais", comentou ainda Flávio Dino (PCdoB) (Foto: Gisele Federicce)

Maranhão 247 - O governador do Maranhão, Flávio Dino (PCdoB), afirmou neste sábado 10 que o golpe que tirou a presidente legítima Dilma Rousseff do poder criou uma crise institucional e que a solução para a saída desse cenário é a urna.

"Um impeachment inconstitucional jogou-nos em uma crise institucional. A consulta à soberania popular é a melhor saída para tantos problemas", publicou Flávio Dino, que é jurista, em seu perfil no Twitter.

O comentário foi feito em meio à denúncia de que Michel Temer teria acionado a Agência Brasileira de Inteligência (Abin) para investigar a vida do ministro Luiz Edson Fachin, relator da Lava Jato no Supremo Tribunal Federal.

Neste sábado 10, a presidente do STF, ministra Cármen Lúcia, respondeu à suspeita com uma nota duríssima.

"Bem sabemos que uma parte da classe dominante no Brasil tem alergia às urnas. Sempre preferiram atalhos e retalhos inconstitucionais", comentou o governador.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247