Governo do Rio Grande do Norte prorroga decreto de calamidade por causa do coronavírus

O governo do Rio Grande do Norte publicou um novo decreto que prorroga o Estado de Calamidade Pública no estado por conta do coronavírus

Paciente com Covid-19 na UTI de um hospital
Paciente com Covid-19 na UTI de um hospital (Foto: REUTERS/Amanda Perobelli)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O governo do Rio Grande do Norte, comandado por Fátima Bezerra (PT), publicou, nesta terça-feira (20), um novo decreto que prorroga o Estado de Calamidade Pública no estado por conta do coronavírus, declarada em março pela Organização Mundial da Saúde (OMS). A medida vale por 90 dias e pode ser prorrogado por mais 90 dias. Mais de 2,5 mil pessoas morrem no RN em decorrência a pandemia. 

De acordo com o Executivo, o Gabinete Civil do Governo do Estado (GAC) vai emitir ofício solicitando reconhecimento federal de Calamidade Pública, a partir do Ministério do Desenvolvimento Regional (MDR).

Considerando a permanência de confirmação de pessoas infectadas e mais de dois mil óbitos decorrentes da pandemia no RN, relatados em boletins diários da Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap), o documento assevera que "Fica declarado 'Estado de Calamidade Pública' em todo o território do Estado do Rio Grande do Norte, em virtude do desastre classificado e codificado como Estado de Calamidade Pública provocada por desastre natural biológico, Nível III – Desastre de Grande Intensidade".
 

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247