Jovem é preso suspeito de matar ex-namorada com tiro na cabeça, na Paraíba

Um jovem de 22 anos, identificado como Arthur Lima Aires, foi preso por suspeita de matar a ex-namorada. O rapaz não aceitava o fim do relacionamento

Viviane Alves Farias, de 18 anos, foi morta com tiro na cabeça na Paraíba
Viviane Alves Farias, de 18 anos, foi morta com tiro na cabeça na Paraíba (Foto: Reprodução/TV Paraíba)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - Um jovem de 22 anos, identificado como Arthur Lima Aires, foi preso na noite desta segunda-feira (19) por suspeita de matar a ex-namorada. A estudante Viviane Alves Farias, de 18 anos, foi morta com um tiro na cabeça, no Bairro Novo, em Boqueirão, Região Metropolitana de Campina Grande, na Paraíba. O rapaz não aceitava o fim do relacionamento.

De acordo com investigações da Polícia Civil, o suspeito chegou à rua Amaro Antônio Barbosa, armado, e teve com uma discussão com o atual namorado da vítima. Quando Viviane tentou defendê-lo, o ex atirou na cabeça dela. 

Moradores queriam agredi-lo o rapaz, que tentou fugir, mas foi atropelado. Os relatos foram publicados em reportagem do portal G1.

A mãe da vítima, Jacione Gonçalo, informou que, quando Viviane terminou o namoro com Arthur, ele foi até a casa da família tirar satisfação, com violência. "Eu disse que ele não tinha mais nada a ver com minha filha, para procurar outra pessoa, que ele não viesse mais na minha casa", diz.

O suspeito foi encaminhado, primeiramente, para o Hospital de Emergência e Trauma de Campina Grande para receber atendimento e, em seguida, levado para a delegacia, onde foi autuado por homicídio doloso (quando há intenção de matar).

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247