Liana Cirne Lins: "se a justiça eleitoral não anular a eleição em Recife, ela pode fechar"

Vereadora eleita do Recife, Liane Cirne Lins (PT) diz que João Campos, eleito prefeito, sai como "indigente" e diz que a eleição na capital pernambucana foi marcada por compra de votos escancarada

(Foto: Reprodução/João Campos)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - A vereadora eleita do Recife Liana Cirne Lins (PT) contestou o resultado da eleição de João Campos (PSB) na capital pernambucana neste domingo (29). 

Em participação na Superlive da TV 247 sobre os resultados do segundo turno pelo país, Liana, que foi a vereadora mais votada do PT no Recife, acusou o candidato do PSB de compra de votos e boca de urna generalizada. 

"Nós tivemos uma lavagem de compra de votos e de boca de urna que nós temos centenas de vídeos", afirmou. "Se a Justiça não anular a eleição de Recife, pode fechar a Justiça Eleitoral. Não tem serventia. Porque não existe um caso tão ululante de compra de votos como aconteceu em Recife", acrescentou Liana Cirne Lins.

"Nunca vi nada tão podre, tão sujo, tão rasteiro com foi a eleição de João Campos, este indigentes moral e político, hoje no Recife", disse também a vereadora eleita. 

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247