Líder do motim no Ceará, deputado do PSL almoçou com Bolsonaro horas antes do ataque a Cid Gomes

Conhecido aliado da Polícia Militar do Ceará, deputado estadual André Fernandes estava em Brasília no dia 19 e almoçou com Bolsonaro, conversando sobre a greve. Pouco depois do encontro, em Sobral, o movimento que ele apoia atacou a tiros o senador do PDT

(Foto: Twitter)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 com Forum - Como já se tornou costume com a família Bolsonaro, dias depois de um caso de grande comoção na história recente do país aparecem detalhes indicando uma possível ligação de algum membro da família com o ocorrido.

Sabe-se agora que o deputado estadual André Fernandes (PSL-CE), almoçou com Jair Bolsonaro em Brasília, justamente na quarta-feira, 19 de fevereiro, horas antes do ataque ao senador Cid Gomes (PDT-CE) em Sobral. 

Veja o tweet do parlamentar:

Ele discutira com um grupo de policiais grevistas amotinados em um batalhão da cidade, e terminou recebendo dois tiros no tórax.

Além de deputado estadual, André Fernandes é youtuber e filho de um pastor da Assembleia de Deus. Atualmente, está no PSL, mas já assegurou que deixará o partido para se filiar à Aliança Pelo Brasil, partido que Bolsonaro deve oficializar em breve.

Esta não é a primeira “grande coincidência” envolvendo a família Bolsonaro. Semanas atrás, a PM da Bahia assassinou o miliciano Adriano da Nóbrega, ligado a esquemas de corrução que envolvem o senador Flávio Bolsonaro. A ação ocorreu enquanto Eduardo Bolsonaro estava em Salvador.

O outro caso bastante conhecido é o do assassinato da vereadora Marielle Franco (PSOL-RJ), que tem entre os principais suspeitos um vizinho de Jair Bolsonaro e um miliciano que visitou o conjunto residencial onde ele mora no dia do crime da vereadora, e que, para poder passar pela guarida de entrada, pediu autorização ao então deputado.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247